Representantes de Córrego Fundo participam de reuniões na Funasa

Os temas abordados foram o projeto de esgotamento sanitário e o Plano de Saneamento do município.

COMPATILHAR:

Os temas abordados foram o projeto de esgotamento sanitário e o Plano de Saneamento do município.

Uma comitiva de representantes de Córrego Fundo participou na semana passada, de duas reuniões na Fundação Nacional de Saúde (Funasa), em Belo Horizonte. Os temas abordados foram o projeto de esgotamento sanitário e o Plano de Saneamento do município.

Participaram do encontro a secretária de Desenvolvimento, Cultura, Esporte e Lazer, Oneida dos Anjos Fonseca; o secretário de Meio Ambiente, Geraldo André da Costa; e o diretor do Saae, José Mendes da Silveira.

Sobre o esgotamento sanitário de Córrego Fundo, o assunto foi tratado com o engenheiro da Funasa, Renato Ribeiro, que é responsável pela análise dos projetos. No ano passado, o município assinou um convênio de mais de R$4 milhões, para obras referentes a rede de esgoto na cidade, compreendendo para a construção de um interceptor de esgoto na rua do Chiba; de uma estação elevatória para bombear o esgoto para a Estação de Tratamento; e construção de 5.506 metros de rede coletora no município; e 615 ramais de esgoto na cidade.

Durante a reunião, foram apresentados os projetos municipais para serem avaliados e aprovados, para, posteriormente receberem a liberação do recurso e, finalmente, tratar da execução das obras.

Em outro momento, o grupo reuniu-se com o engenheiro Sérgio Abucater, que é analista técnico da Funasa, para entregar o Plano de Saneamento do município, concluído no início deste ano. O Plano de Saneamento foi elaborado por uma empresa especializada, e contou com a participação popular, por meio de reuniões públicas.

O Plano de Saneamento será avaliado pelo analista técnico para verificar se sua conformação está de acordo com as exigências da Fundação de Saúde. O Plano de Saneamento de um município é um instrumento para planejamento de ações nas áreas de saneamento básico, como drenagem pluvial, tratamento de água, de esgoto e de resíduos sólidos no município.

De acordo com o diretor do Saae, José Mendes da Silveira, com o plano de Saneamento, Córrego Fundo poderá receber verbas estaduais e federais para serem investidas em ações na cidade.

Comentários
COMPATILHAR:

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Representantes de Córrego Fundo participam de reuniões na Funasa

Os temas abordados foram o projeto de esgotamento sanitário e o Plano de Saneamento do município.

COMPATILHAR:

Os temas abordados foram o projeto de esgotamento sanitário e o Plano de Saneamento do município.

 

Uma comitiva de representantes de Córrego Fundo participou na semana passada, de duas reuniões na Fundação Nacional de Saúde (Funasa), em Belo Horizonte. Os temas abordados foram o projeto de esgotamento sanitário e o Plano de Saneamento do município.

Participaram do encontro a secretária de Desenvolvimento, Cultura, Esporte e Lazer, Oneida dos Anjos Fonseca; o secretário de Meio Ambiente, Geraldo André da Costa; e o diretor do Saae, José Mendes da Silveira.

Sobre o esgotamento sanitário de Córrego Fundo, o assunto foi tratado com o engenheiro da Funasa, Renato Ribeiro, que é responsável pela análise dos projetos. No ano passado, o município assinou um convênio de mais de R$4 milhões, para obras referentes a rede de esgoto na cidade, compreendendo para a construção de um interceptor de esgoto na rua do Chiba; de uma estação elevatória para bombear o esgoto para a Estação de Tratamento; e construção de 5.506 metros de rede coletora no município; e 615 ramais de esgoto na cidade.

Durante a reunião, foram apresentados os projetos municipais para serem avaliados e aprovados, para, posteriormente receberem a liberação do recurso e, finalmente, tratar da execução das obras.

Em outro momento, o grupo reuniu-se com o engenheiro Sérgio Abucater, que é analista técnico da Funasa, para entregar o Plano de Saneamento do município, concluído no início deste ano. O Plano de Saneamento foi elaborado por uma empresa especializada, e contou com a participação popular, por meio de reuniões públicas.

O Plano de Saneamento será avaliado pelo analista técnico para verificar se sua conformação está de acordo com as exigências da Fundação de Saúde. O Plano de Saneamento de um município é um instrumento para planejamento de ações nas áreas de saneamento básico, como drenagem pluvial, tratamento de água, de esgoto e de resíduos sólidos no município.

De acordo com o diretor do Saae, José Mendes da Silveira, com o plano de Saneamento, Córrego Fundo poderá receber verbas estaduais e federais para serem investidas em ações na cidade.

Redação do Jornal Nova Imprensa Prefeitura de Córrego Fundo

Comentários
COMPATILHAR:

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.