A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) tem recebido, recentemente, relatos de golpes envolvendo o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e da Taxa de Renovação do Licenciamento Anual de Veículo (TRLAV), sobretudo, utilizando o Pix.

Os mais comuns são páginas na internet que imitam o site oficial da SEF e que, para atrair as vítimas, oferecem descontos que chegam a 25% para o pagamento do imposto.

Muitas dessas páginas são patrocinadas e aparecem em destaque nos buscadores como Google, Yahoo e Bing, dentre outros. Por isso, a SEF reforça o alerta e reitera as orientações para evitar cair nas fraudes.

Confira as dicas:

  • Para acessar o site da Secretaria de Fazenda ou efetuar o pagamento do IPVA, não digite nos buscadores (Google, Yahoo, Bing etc) as palavras-chave, como IPVA – Minas Gerais – Pagamento, por exemplo. Sempre digite o endereço fazenda.mg.gov.br;
  • Confira se o endereço foi digitado corretamente, pois os golpistas utilizam versões falsas do link utilizando caracteres e sinais que passam despercebidos, como pontos, hífens ou letras duplicadas, por exemplo;
  • No site da Secretaria de Fazenda, acesse a área do IPVA pela janela (pop-up) ou no menu à direita;
  • Em caso de dúvida, sempre se informe pelos canais oficiais da Secretaria de Fazenda e do Governo de Minas. Evite buscar informações em sites desconhecidos;
  • A Secretaria de Fazenda não oferece descontos além do benefício dos 3% para o pagamento do IPVA em cota única. Portanto, se receber alguma oferta de desconto, saiba que é golpe;
  • Nunca clique em links recebidos em aplicativos de mensagens, redes sociais ou e-mail. A Secretaria de Fazenda não envia tais mensagens;
  • Se receber algum boleto de papel no seu endereço, descarte. A Secretaria de Fazenda não envia cobrança de IPVA pelos correios.
  • Antes de efetuar o pagamento via Pix, conferir os dados dos “Favorecidos”, que devem ser: ESTADO DE MINAS GERAIS, documento 18.715.615/0001-60, instituição ITAU UNIBANCO S.A. Confira o exemplo abaixo:

Fonte: Agência Minas

 

COMPATILHAR: