O Levantamento Rápido do Índice de Infestação para Aedes aegypti (LIRAa) de Minas, divulgado na semana passada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) , demonstrou que, dos 27 municípios que atualmente fazem o diagnóstico, 26 apresentaram números que apontam para estado de alerta ou de risco para infestação pelo mosquito Aedes aegypti, mosquito vetor da dengue.
Devido à importância que o cidadão tem para conter o avanço do mosquito, a SES, em parceria com o músico e apresentador Acir Antão, está ligando para moradores de regiões que apresentaram o LIRAa elevado para convocá-las a coparticipar do combate à doença.
Quem atende a uma dessas ligações, escuta a seguinte mensagem: ?Alô, tudo bem? Aqui é o Acir Antão. Estou ligando para dar um recado importante da Secretaria de Estado de Saúde sobre a dengue. Sua residência está numa região que possui casos de dengue, que é uma doença grave e mata. Faça sua parte, coloque areia nos pratinhos dos vasos de planta, feche as latas de lixo, deixe os ralos fechados, tampe as caixas d?água e guarde as garrafas de cabeça para baixo. E aí, já acabou com a dengue hoje? Obrigado pela atenção hein.?
Mobilizar a população, trazer o cidadão comum para a cena, despertando em todos a necessidade do combate cotidiano ao mosquito. Este é o objetivo principal das ligações, informa Thiago Peixoto, coordenador de Publicidade da SES/MG. Segundo ele, a população pode ajudar o Estado a diminuir os índices de infestação do Aedes aegypti.
?As mensagens por telefone tornam o combate à dengue uma tarefa pessoal. As ligações deixam claro que a luta contra o mosquito não depende apenas do setor público. O cidadão comum também pode ajudar, adotando hábitos que impedindo a proliferação do mosquito? , explica Thiago.
Cidades prioritárias
A campanha por telefone começou em janeiro de 2010. Já foram realizadas mais de 195 mil ligações. Além de Belo Horizonte, outros municípios considerados prioritários para o combate à dengue também receberam as ligações. ?Obtivemos um ótimo índice: 85,14% do total das pessoas que receberam a mensagem escutaram até o final, apenas 14,86% ouviram a mensagem parcialmente. Estes números indicam que o conteúdo da mensagem foi altamente relevante, retendo a atenção do público e transmitindo, com eficiência, a mensagem de combate à dengue? , informa Thiago Peixoto.
A população residente em Arcos, Ituiutaba, Pirapora, Carangola, Unaí e em alguns bairros de Montes Claros, cidades que também são consideradas prioritárias, serão convocados a participar da luta conta a dengue ainda neste mês.

Comentários