De segunda (12) até a próxima sexta-feira (16) está sendo realizada em Formiga e em todo o país a semana da Lula Antimanicomial.
No Centro de Atenção Psicossocial de Formiga (Caps), foi realizado um sarau na segunda-feira. Na terça-feira (13), foi montada uma feira de materiais produzidos nas oficinas terapêuticas, pelos próprios atendidos, que ocorreu na praça Getúlio Vargas.
Nesta quarta-feira (14), um bazar com roupas e bijuterias, frutos de doações da comunidade, foi montado na praça São Vicente Ferrer. ?Todo o dinheiro arrecadado será revertido para os próprios pacientes?, comentou Rosali Borges, presidente da Aprosam – Associação Pró-Saúde Mental que funcionada na sede do Caps, trabalhando em prol dos pacientes de saúde mental.
?Outros eventos ainda estão programados para essa semana. Nesta quinta-feira (15) será realizado um culto ecumênico e a partir das 10h, na sede do Caps, e na sexta-feira (16), uma passeata sairá na Praça das Nações, no bairro Engenho de Serra, percorrerá ruas do Centro. Em seguida, os pacientes e funcionários voltarão para a sede do Centro de Atenção, onde participarão de um churrasco?, contou Rosali, que também é paciente do Caps e trabalha juntamente com outros atendidos no centro como voluntária na Aprosam.
Atualmente, o Caps tem cadastrado mais de 6 mil pacientes. Toda essa demanda é atendida apenas por um psiquiatra, além de profissionais como psicólogos, terapeuta ocupacional, enfermeira e técnicos de enfermagem.
Luta Antimanicomial
O Movimento Antimanicomial, também conhecido como Luta Antimanicomial, se refere a um processo mais ou menos organizado de transformação dos Serviços Psiquiátricos, derivado de uma série de eventos políticos nacionais e internacionais. O termo costuma ser usado de modo generalizante e pouco preciso.
O Movimento Antimanicomial tem o dia 18 de maio como data de comemoração no calendário nacional brasileiro. Esta data remete ao Encontro dos Trabalhadores da Saúde Mental, ocorrido em 1987, na cidade de Bauru, no estado de São Paulo, que reuniu mais de 350 trabalhadores na área de saúde mental.
Na sua origem, esse movimento está ligado à Reforma Sanitária Brasileira da qual resultou a criação do Sistema Unico de Saúde – (SUS); está ligado também à experiência de desinstitucionalização da Psiquiatria desenvolvidas em Gorizia e emTrieste, na Itália, por Franco Basaglia nos anos 60.

Comentários