Subiu para 415 o número de cidades mineiras em situação de emergência por causa das fortes chuvas que atingiram o Estado. No total, desde o início do período chuvoso, em outubro, 49.234 pessoas foram desalojadas e outras 8.381 estão desabrigadas.

Além disso, 25 pessoas morreram em decorrência dos temporais. Os dados foram atualizados nesta segunda-feira (7) pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MG).

Para auxiliar as prefeituras dos municípios afetados e minimizar impactos dos temporais, o Governo de Minas anunciou o pagamento de R$ 143,6 milhões para 334 cidades. 

Recupera Minas

Também por causa dos estragos das chuvas, em janeiro o governador Romeu Zema (Novo) lançou o plano Recupera Minas, que irá destinar R$ 603 milhões em recursos estaduais em medidas imediatas ou de rápida implementação para minimizar os danos dos temporais. 

Entre os principais projetos do plano está o pagamento emergencial de um auxílio de R$ 1.200, divididos em três parcelas, aos desabrigados e desalojados no Estado. Serão investidos R$ 78 milhões, devendo beneficiar cerca de 60 mil pessoas. 

Além disso, o Governo destinou R$ 182 milhões para a construção ou reconstrução de moradias populares em localidades afetadas pelas chuvas. Os recursos estarão disponíveis via linha de financiamento do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) às prefeituras.

AÇÃO HUMANITÁRIA

Cestas básicas, colchões, kit dormitório e kit higiene e limpeza também estão sendo distribuídos para as cidades. Os investimentos realizados pelo governo por meio do plano Recupera Minas estão divididos em três eixos: auxílio às pessoas, apoio às cidades e infraestrutura estadual. Um quarto eixo será formado por doações da sociedade civil em que o Estado oferece suporte para que o apoio chegue aos municípios e às pessoas atingidas.

Fonte: O Tempo

COMPATILHAR: