O lateral-direito Coelho, do Atlético, que havia sido suspenso por 120 dias pela Terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por agressão ao meia Kerlon, teve sua pena reduzida para cinco jogos, pelo Pleno do órgão, na tarde desta quinta-feira. Já o clube alvinegro teve seu recurso aceito, no mesmo julgamento, e foi absolvido da pena de perda de um mando de campo.
Coelho, que em primeira instância havia recebido a pena mínima por infração ao artigo 253 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala em agressão física, teve o caso desclassificado para o artigo 254, por jogada violenta, e pegou uma suspensão de cinco partidas, das quais já cumpriu duas.
Dessa forma, o lateral-direito atleticano, que estava fora do Campeonato Brasileiro, poderá voltar a atuar, contra o Fluminense, no Mineirão, no dia 27 de outubro. Coelho foi a julgamento por causa de uma entrada violenta, registrada dessa forma na súmula por Evandro Rogério Roman, mas denunciado como agressão pela Procuradoria do STJD.
Após receber o chamado drible da foca, no clássico em que o Cruzeiro venceu o Atlético, por 4 a 3, Coelho deu uma entrada dura no meia Kerlon. O procurador Paulo Schimitt pediu a manutenção da condenação por 120 dias, por entender que houve agressão, mas por maioria dos votos a pena passou para cinco jogos, acompanhando o voto do relator Francisco Mussnich.
Durante o julgamento, ao proferir o seu voto, o auditor José Mauro Couto, um dos julgadores disse que Coelho teve a má sorte por ter a sua denúncia acontecido em um momento em que a imprensa estava sem assunto.
O primeiro julgamento de Coelho e do Atlético aconteceu na quarta-feira da semana passada e durou cerca de uma hora e meia. O clube mineiro havia sido punido com um jogo em que teria de atuar com os portões fechados, por causa de um par de chinelos arremessado por um torcedor atleticano ao campo durante o clássico com o Cruzeiro.
Como foi absolvido dessa acusação, o jogo do Atlético com o Sport, marcado para o próximo domingo, às 16h, no Mineirão, poderá contar com a presença da torcida alvinegra.

Comentários