Irregularidades no processo de licitação das obras do novo Aterro Sanitário levaram o Tribunal de Contas de Minas Gerais a determinar a interrupção imediata do contrato firmado entre a Prefeitura Municipal e a empresa Norenge Engenharia LTDA, que havia sido contratada para a excução da citada obra.
O processo foi requerido pela empresa Consita Ltda entrou com representação em face ao edital de concorrência pública nº001/2007, promovida Prefeitura de Formiga ao não-atendimento no prazo fixado, sem causa justificada, na Licitação para contratação da empresa responsável pela construção do Aterro Sanitário.
No mês de setembro foi publicado no Diário Oficial a decisão do Tribunal de aplicar multa pessoal ao Prefeito Aluisio Veloso pelo não cumprimento do prazo de Licitação.

Comentários