O primeiro módulo da Trilha do Agro ocorreu no sábado (2) na Fazenda Laboratório. A atividade foi realizada pelo Centro de Produção de Eventos para Engenharia Agronômica (CPEEA) do Unifor-MG, com a colaboração dos membros dos Projetos Agro Solucionática e Informa Agro.

Alunos de graduação, produtores rurais e profissionais da área da agronomia participaram do evento. A programação abordou as temáticas “Correção da Acidez do Solo” e “Amostragem do Solo para Análise da Fertilidade sob o Enfoque da Agricultura de Precisão”.

 

A Trilha do Agro promove a qualificação e formação de agentes multiplicadores e promotores dos princípios, fundamentos e práticas agronômicas, proporcionando a transposição do conhecimento, o desenvolvimento dos acadêmicos e profissionais em treinamento e a diversificação e aprimoramento de suas habilidades e suas competências.

 

Na abertura, os engenheiros agrônomos Guilherme Carvalho e Eduardo de Melo coordenaram o treinamento oferecido pela empresa Gecal Agronegócios Ltda. Eles enfatizaram a importância e os critérios da correção da acidez para a o uso agrícola dos solos tropicais. Foram abordados: o que é calagem; produtos utilizados para correção da acidez do solo; distribuição e incorporação do calcário e dos óxidos de cálcio e magnésio, entre outros assuntos.

 

Em seguida, houve o treinamento oferecido pelas empresas Agrolab Análises Agrícolas e Valente Consultoria e Agricultura de Precisão, ministrado pelo diretor das referidas empresas, Arthur Faria de Moura. Ele trabalhou temas relacionados à fertilidade dos solos, agricultura de precisão, evolução das técnicas de amostragem dos solos associadas à aplicação do geoprocessamento na produção agrícola.

 

Eventos

O Centro de Produção de Eventos para Engenharia Agronômica (CPEEA) é um projeto de extensão universitária, cujo objetivo é unir empresas com o meio acadêmico, a comunidade e principalmente com os produtores rurais da região de Formiga. Ele busca gerar conhecimentos e explorar novas áreas, bem como divulgar os aprendizados, princípios e valores de cada empresa parceira.

 

A equipe do projeto é constituída pelos discentes: Larissa Ayla Silva Teixeira, Marina de Morais Gonçalves, Felipe Soares Tavares, Cristian Mendonça Rodrigues, Carlos Henrique Cruvinel e Alexandre Junior Rodrigues Costa, matriculados no 3º e 5º períodos do curso de Engenharia Agronômica.

 

Projetos

O AgroSolucionática é outro projeto de extensão universitária. Sua equipe é constituída pelos estudantes do 5º período de Engenharia Agronômica: Eduardo Santos da Silva, Gabriel Shessman Lopes Macedo, Igor Junio de Oliveira, Ítalo Vinícios da Silva Barros, João Vitor Souza Lima, Marcelo Augusto Fernandes Costa e Tulio Cristiano Braga. Eles definem a iniciativa como uma maneira divertida de procurar soluções para pequenos problemas do dia a dia de produtores rurais, estudantes e toda e qualquer pessoa que tenha alguma dúvida sobre o agro.

 

Já o Informa Agro, constituído pelos alunos do 5º período de Engenharia Agronômica, Isadora Carvalho Simões e Luciana Rezende de Assis, possui como objetivo principal divulgar projetos e eventos acadêmicos voltados ao curso de Engenharia Agronômica. Também cria conteúdo semanalmente no Instagram, referente ao agronegócio, de forma a fazer os seguidores se sentirem dentro do “mundo do agro Unifor-MG”, interagindo com eles.

 

Os projetos citados são supervisionados pela Profa. Dra. Kátia Daniela Ribeiro e pela coordenadora do curso de Engenharia Agronômica Profa. Dra. Fernanda Maria Rodrigues Castro. As atividades fazem parte da curricularização da extensão prevista no Plano Nacional de Educação – PNE (2014-2024).

 

Fonte: Unifor-MG

Comentários
COMPATILHAR: