O secretário de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, projeta que a vacina contra a dengue deve chegar ao Sistema Único de Saúde (SUS) até o final de 2025. A informação foi repassada a ele durante reunião do Ministério da Saúde com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A entidade é presidida pelo secretário mineiro.

De acordo com Baccheretti, há uma negociação em curso para a compra da vacina da farmacêutica Takeda. Porém, o custo atual é de R$ 180 por dose, valor considerado “muito caro” pelo secretário. Outra alternativa é a vacina em desenvolvimento pelo Instituto Butantan, cuja perspectiva é que esteja pronta até o fim de 2025.

A expectativa é que [seja disponibilizada a vacina à população] no final de 2025, se avançar a vacina do Butantan. Se conseguirmos um valor menor para essa vacina da Takeda, a gente pode conseguir incorporar isso antes”, afirmou Baccheretti, citando 2024 como horizonte.

O secretário de Saúde avalia que a vacina contra a dengue vai mudar o panorama de enfrentamento à doença, reduzir internações e óbitos e diminuir os custos para o poder público. Ele ressalta, no entanto, que há outras “armas” para enfrentar a dengue.

Em Minas, por exemplo, temos mosquitos com a bactéria Wolbachia. A biofábrica está sendo construída e deverá ficar pronta em agosto do próximo ano. Também temos a atuação de drones para aplicação de larvicida em vários locais do estado”, concluiu o secretário.

 

Fonte: Itatiaia

 

 

COMPATILHAR: