Paulo Coelho

O vereador Flávio Martins/PSC, mais uma vez, denunciou a desova irregular de lixo (entulho, serragem, pneus e outros materiais inservíveis) no prolongamento da rua Euclides da Cunha no bairro Água Vermelha.

A simples colocação de uma cerca e de placa proibitiva na divisa entre o pavimento da referida rua e o início da voçoroca que ali se formou, não são suficientes para inibir o inadequado uso do solo.

Há evidencias da execução recente de um aterro no local, onde se descartaram (e ainda descartam) materiais diversos. Na manhã desta segunda-feira (23), o Últimas Notícias, atendendo a convite do vereador Flávio, esteve no local e presenciou a existência de fogo, certamente colocado para destruir evidencias que, a um exame mais acurado por parte da fiscalização ambiental, pode levar os fiscais a descobrirem as origens do que ali se descarta, o que, permitirá que se tome as providências cabíveis contra os infratores.

O crime ambiental naquela área está mais que evidente. Trazida a público a denúncia, espera-se que as providências cabíveis por quem de direito (autoridades competentes) sejam tomadas.

 

Comentários