Devido ao afastamento do prefeito de Formiga, Moacir Ribeiro, por motivo de saúde, o vice-prefeito Eduardo Brás Neto Almeida protocolou às 10h17 desta terça-feira (15), junto à Câmara, um pedido de providência para que a  Casa se manifeste oficialmente  sobre o  afastamento do chefe do Executivo.

De acordo com Eduardo, tal providência se faz necessária devido ao cumprimento do que determina o artigo 54 da Lei Orgânica Municipal que trata do impedimento temporário do Prefeito para o exercício do cargo, devendo, sendo o caso, ser substituído pelo vice-prefeito   durante tal período, evitando que o município fique sem administrador ou sendo administrado por alguém que não tenha legitimidade para tanto, como estranhamente vem ocorrendo.

Eduardo informou ao portal que um ofício de mesmo teor será protocolado também junto ao Ministério Público.

O documento será analisado pelo presidente da Câmara Evandro Donizeth da Cunha ( Piruca), juntamente com os demais vereadores que, terão 10 dias para tomar uma decisão.

Na manhã desta terça, a Secretaria de Comunicação emitiu nota oficial informando que Moacir Ribeiro já se submeteu, em Varginha, a todos os exames e procedimentos cardíacos a ele prescritos  por indicação médica. “O chefe do Executivo Municipal passa muito bem. A previsão é de que ele retorne para Formiga na quarta-feira (16) ou, no mais tardar, na quinta-feira (17)”.

Conforme apurado pelo portal, Moacir deu entrada no Pronto Atendimento Municipal de Formiga (PAM), na terça-feira passada (9), com fortes dores no peito, tendo sido examinado pelos médicos Geraldo Leite, Pedro Paulo e Leopoldo Castro. Posteriormente, o prefeito foi transferido para o Hospital Regional do Sul de Minas, em Varginha, para complementação dos exames necessários em razão do que foi diagnosticado, tendo sido acompanhado pelo médico Geraldo Couto.

No mesmo dia, o portal entrou em contato com o hospital em Varginha e obteve a informação de que o prefeito estava internado na UTI Cardiovascular sob os cuidados da equipe médica.  Na manhã desta segunda-feira (14), em novo contato, foi informado que Moacir continuava internado, tendo sido transferido para a enfermaria, onde aguardava a continuidade dos procedimentos a que deveria ser submetido (angioplastia).

Confira a íntegra do documento protocolado pelo vice-prefeito:

oficio edu

Redação do Jornal Nova Imprensa

Comentários