A Polícia Civil apura o caso de um estelionato que teria sido cometido por um pai de santo e seu companheiro em Belo Horizonte. Na manhã desta terça-feira, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão. Uma vítima diz ter R$ 480 mil de prejuízo. Ninguém foi preso.

Os mandados foram cumpridos em duas moradias, em um terreiro de candomblé e em um estabelecimento comercial de artigos religiosos. Nesse locais, foram apreendidos objetos como cadeiras, mesa, máquinas de costura, tapete, máscaras, adornos, estátuas, jóias, relógios, documentos e celulares.

A investigação começou após a denúncia de uma vítima com câncer, que afirmou ter sofrido um golpe. De acordo com a vítima, o pai de santo e seu companheiro exigiram os objetos e também dinheiro, alegando que isso “seria necessário” para sua cura.

Servidores da Prefeitura de Belo Horizonte deram apoio à operação para o carregamento e transporte dos objetos dos locais de busca até o Departamento Estadual de Investigação de Fraudes.
A Polícia Civil não informou o local das apreensões ou mais detalhes, sob a justificativa de não atrapalhar a investigação.

Diversos materiais foram apreendidos -Foto: Polícia Civil/Divulgação


 

Fonte: Matéria do Estado de Minas||https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2019/09/24/interna_gerais,1087623/vitima-confia-em-cura-de-cancer-por-pai-de-santo-e-tem-prejuizo-de-r.shtml
Comentários
COMPATILHAR: