“Sem precisar de ninguém para operar, uma máquina libera ingressos para os jogos para jornalistas credenciados.

Só encostar a credencial no visor da máquina que ela imprime os bilhetes . . . … na hora.

Os ingressos na Rússia eram entregues em envelopes e o tamanho era o dobro dos atuais

Vejam as “modernidades” da Copa do México’86:

No Centro de Imprensa da Cidade do México, em 1986, eu, entre o Antônio Carlos Macedo que está até hoje na Rádio Gaúcha de Porto Alegre (grande sucesso de audiência, agora apesentando um programa pelas manhãs) e o saudoso Luiz Carlos Alves, um dos grandes nomes da história do rádio mineiro, que infelizmente nos deixou em 24 de agosto de 2017, aos 70 anos de idade. Observem as maravilhas da tecnologia “moderníssima” da época: aparelho de telex e uma impressora matricial, que “cuspia” as listas das seleções e outras informações básicas fornecidas pela FIFA”.

Foto: reprodução blog do Chico Maia

Foto: reprodução blog do Chico Maia

Foto: reprodução blog do Chico Maia

Comentários
COMPATILHAR: