Representantes da Secretaria de Educação e Esportes de Formiga (Semme), prevendo a continuação da suspensão das aulas após o dia 13 de abril, data estipulada por decreto para o retorno aos dias letivos, os representantes da pasta se reuniram nesta segunda-feira (30), para discutir estratégias de como seriam realizadas pelos alunos as atividades pedagógicas em casa.

No encontro, os representantes chegaram ao consenso de que os alunos da Rede Municipal poderão receber atividades impressas ou via online para os estudos em casa. Porém, ainda não foram divulgados detalhes da ação.

O foco da Semee é amenizar o impacto na aprendizagem dos alunos e a carga horária a ser cumprida pelo calendário escolar, causado durante o período de restrição à aglomeração de pessoas por causa da Covid-19.

De acordo com os artigos 23 e 24 da Lei de Diretrizes Básicas da Educação Nacional, o calendário escolar deverá adequar-se às peculiaridades locais, sem a redução do número de horas letivas previsto em lei. Portanto, todas as decisões e informações deverão ser transmitidas pela secretaria para as instituições de ensino, aos pais, professores e comunidade escolar.

As escolas deverão orientar as famílias para que criem uma rotina de estudos para as crianças, que seja adequada ao período de isolamento por causa da pandemia. Para isso, é essencial que os pais ou responsáveis acompanhem e garantam a execução das atividades escolares. A influência desta parceria tem como contribuição a melhoria da qualidade do ensino, podendo, assim, propor atuações para que as escolas e famílias possam apoiar uma à outra na educação das crianças em quarentena.

“É fundamental estudar, mas é importante que a criança brinque e se divirta, exercendo outras atividades no seu cotidiano, ressaltou o secretário Cid Corrêa.

Além do secretário de Educação e Esportes, Cid Corrêa, participaram da reunião a diretora e todas as analistas do departamento pedagógico da secretaria.

Comentários