Nos dias 17 a 19 de junho, os alunos do curso de biblioteconomia fizeram uma viagem ao Rio de Janeiro, acompanhados pela coordenadora do curso, Margarita Rodrigues Torres.
A visita técnica teve como principal objetivo apresentar aos acadêmicos lugares relacionados à prática profissional, além dos principais pontos turísticos da cidade. Na ocasião, o grupo esteve na Biblioteca Nacional, no Pão de Açúcar, na Praia de Copacabana, no Museu de Arte Contemporânea, no Espaço Cultural da Marinha, no Centro Cultural Banco do Brasil, na Catedral, no Palácio de Cristal, na Quitandinha, na Casa Santos Dumont e no Museu Imperial, além de fazerem a travessia da Ponte Rio-Niterói e assistirem a uma peça de teatro.
Segundo a coordenadora, a viagem foi muito produtiva. ?Conhecer a Biblioteca Nacional, a mais importante da América Latina, e diversos museus em Niterói e Petrópolis, proporcionou conhecimentos a todos. Foi possível visualizar o incunábulo mais antigo da Biblioteca Nacional, a Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462 sobre pergaminho, tendo, cada página, duas colunas com 48 linhas e as iniciais dos capítulos feitas à mão, com tinta azul e vermelha. Trata-se da primeira obra impressa, na qual aparecem data, lugar e nomes dos impressores. Especialmente para o curso de biblioteconomia, o cofre climatizado, onde a Bíblia fica armazenada, foi aberto por um segurança. A mesma foi manuseada por uma técnica da sessão de obras raras, para que pudéssemos conhecê-la detalhadamente. Outra obra rara que conhecemos foi o Livro de Horas (livro de orações) da Idade Média, com pinturas a ouro, explicou.

Comentários