O Atlético tinha o jogo nas mãos contra o Emelec, nessa terça-feira (28). O time brasileiro tem mais qualidade técnica, abriu o placar no primeiro tempo e teve chances de matar a partida. Não fez. Pelo contrário. A equipe alvinegra se complicou após dois lances bobos e a participação do árbitro de vídeo. Hulk ainda perdeu um pênalti que daria a vitória ao Atlético após o empate do Emelec. No fim, o 1 a 1 ficou com o gosto amargo para a torcida atleticana.

Ademir e Sebastián Rodríguez marcaram os gols da partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. A decisão ficou para o Mineirão. A partida de volta será já na próxima semana. Na terça-feira (5), às 19h15, o Atlético recebe o Emelec, no Mineirão, pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores.

O Atlético chegou ao Equador embalado com as três últimas vitórias (duas sobre o Flamengo e uma sobre o Fortaleza, de virada). O adversário vinha de um mês sem atuar, por conta do calendário equatoriano. No início da partida, os donos da casa pressionaram um pouco no ataque, mas com pouca efetividade. Após um pequeno domínio nos primeiros minutos do Emelec, o Galo se ajeitou em campo e passou a ter mais controle do jogo.

Aos 16 minutos, o goleiro Everson fez rápida ligação com o ataque e lançou a bola para Hulk. Muito marcado, o atacante conseguiu dar o passe já caído no chão para Nacho encontrar Ademir entrando na área adversária. Fumacinha dominou e chutou firme para abrir o placar. Depois do gol, o Galo teve algumas oportunidades de ampliar. Hulk, Ademir e Rubens tiveram chances, mas pecaram nas finalizações.

No fim da etapa inicial, o Emelec cresceu no jogo. O time equatoriano passou a criar mais jogadas ofensivas e chegou a acertar uma bola na trave com Jackson Rodríguez, aos 41 minutos. Logo em seguida, Sebastián Rodríguez também chegou com perigo, mas Everson defendeu.

No segundo tempo, o jogo esquentou. E o resultado da partida teve influência direta do VAR. Ademir ficou cara a cara com o goleiro Pedro Ortíz, mas a jogada não valeria mais. O árbitro de vídeo chamou para rever um lance dentro da área atleticana. Na jogada anterior, Nathan Silva acertou uma cotovelada em Cabeza. Pênalti para o Emelec, convertido por Sebastián Rodríguez.

Logo em seguida a situação do Galo ficou ainda pior. Allan se envolveu em discussão com Jackson Rodríguez, os dois se estranharam, e o volante atleticano foi expulso após o árbitro ver o lance pelo VAR. O jogador equatoriano ficou só com o amarelo.

Com um a menos, o Galo tentou se fechar na defesa, mas saiu nos contra-ataques. A chance da vitória foi desperdiçada dos pés de Hulk. O craque atleticano foi derrubado dentro da área e o árbitro marcou pênalti para o Atlético. O próprio atacante pegou a bola para bater. O chute saiu fraco, e o goleiro Pedro Ortíz saiu consagrado de campo com a defesa.

Fonte: Hoje em Dia

Comentários
COMPATILHAR: