A Secretaria de Saúde da Bahia confirmou nesta segunda-feira (12) um surto de meningite do tipo C – forma mais grave da doença – no Estado. As informações são da Agência Brasil. A secretaria informou que sete pacientes foram diagnosticados com a doença na região desde o último dia 4. Desses sete, três morreram e quatro estão internados – um em estado grave. O número, de acordo com especialistas, aponta para um surto.
Todos os sete casos foram registrados em funcionários do Complexo Hoteleiro de Sauípe, na costa norte do Estado. A região é uma das mais procuradas por turistas brasileiros e estrangeiros e é onde ocorre o campeonato de tênis Brasil Open. Nenhum hóspede dos hotéis ou outros moradores da região foram diagnosticados com meningite, segundo as autoridades.
O presidente da Sociedade Brasileira de Imunizaçoes, Renato Kfouri, explicou que a doença é mais comum nos primeiros anos de vida. Porém, em casos de surto, ocorrem desvios da faixa etária. Pessoas que se deslocam para áreas de surto devem se vacinar antes de ir, alerta.
A Sesab informou que há dois dias não é registrado mais casos da doença, mas, como medida preventiva, cerca de 1.800 pessoas que estiveram na Costa do Sauípe receberam medicação e todos os funcionários do complexo hoteleiro foram vacinados.
Logo que surgiu o primeiro caso, as regiões de Camaçari, de Mata de São João e de Entre Rios iniciaram um trabalho de quimioprofilaxia – uso medicamentos para controlar a doença. O tratamento é destinado às pessoas que tiveram contato direto com quem apresentou os sintomas da meningite C.
Com o surto da doença na Bahia, o número de profissionais para o atendimento médico foi ampliado, e as equipes da Vigilância Epidemiológica realizam palestras de esclarecimento aos funcionários do complexo hoteleiro. A Sesab informou, em nota, que em 2010, o governo investiu mais de R$ 45 milhões para vacinar as crianças baianas menores de cinco anos e, em Salvador, jovens e adolescentes (10 a 24 anos).
Segundo Kfouri, o governo federal oferece a vacina gratuita contra a meningite tipo C em duas situações: para crianças de até dois anos e em situações de surto, com critérios. O governo oferece a vacinação de bloqueio em situações pontuais, diz. Fora dessas situações, a imunização é encontrada apenas na rede privada.

Comentários
COMPATILHAR: