De acordo com informações da coluna de Guilherme Amado, do Metrópoles, Carlos Portinho, líder do governo no Senado, disse, nessa quinta-feira (15), que Bolsonaro falou sobre o medo de ser preso durante encontro com políticos do PL. Segundo o senador, Bolsonaro, bancada e cúpula do PL estão se sentindo ameaçados e perseguidos pelo ministro do STF Alexandre de Moraes.

O senador sugeriu a Valdemar Costa Neto que os senadores apresentem ao STF um habeas corpus preventivo para proteger os senadores e deputados para preservar as prerrogativas parlamentares e evitar sua prisão.

Segundo Portinho, o habeas corpus é necessário por conta de uma suposta inação de Rodrigo Pacheco, que não freou o que ele considera medidas arbitrárias de Alexandre de Moraes. “O presidente nos disse que acha que vai ser preso pelo STF. Está com medo de ser preso e nós também. Vejo isso acontecendo. Estamos sendo ameaçados pelo STF. Agora estou com medo de me posicionar na tribuna e as consequências que isso pode ter”, disse.

Fonte: Isto É

COMPATILHAR: