Mais um conjunto de segmentos corpóreos foi encontrado por bombeiros militares que trabalham na localização dos desaparecidos na tragédia de Brumadinho, na região metropolitana, nessa sexta-feira (9).

Um operador de máquinas que trabalhava na área conhecida como Ferteco 2, abaixo da área administrativa, localizou, durante a tarde, o que poderiam ser restos mortais de uma vítima – um colete e uma blusa, com segmentos ósseos.

Imediatamente, ele acionou os bombeiros, que foram deslocados para verificar o local. Nesta semana, 29 militares trabalham na Operação Brumadinho, para localização das vítimas do rompimento da barragem da Vale, que resultou na morte de 270 pessoas, em 25 de janeiro de 2019. Quatro ainda estão desaparecidas.

Equipes de intervenção auxiliaram nas buscas manuais e encontraram um conjunto de mais de 60 segmentos corpóreos. Dentre eles, há parte de uma mandíbula, que pode facilitar a identificação da vítima.

A Polícia Civil (PCMG) foi acionada e o material, agora, será analisado por peritos do Instituto Médico Legal. A última localização importante de desaparecidos foi no dia 2 de maio deste ano.

Atualmente, o Corpo de Bombeiros permanece com militares dedicados exclusivamente à operação e às buscas das “joias” de Brumadinho.

A Operação Brumadinho, do Corpo de Bombeiros, já dura 1.324 dias. O trabalho de buscas foi suspenso entre 17 de março e 12 de maio de 2021, por causa da pandemia de COVID-19. E outra vez, de 11 a 17 de janeiro deste ano, devido às fortes chuvas que atingiram a região.

“Apesar da importância da localização, não podemos afirmar que trata-se de nova identificação, o que será confirmado após os trabalhos de perícia realizados pela Polícia Civil”, declarou o Corpo de Bombeiros.

Fonte: Hoje em Dia

Comentários
COMPATILHAR: