O Batalhão de Operações Especiais (Bope) chegou em Divinópolis por volta das 18h dessa quinta-feira (4) para detonação da caixa encontrada em cima de uma árvore, ao lado da Escola Estadual Ilídio da Costa Pereira, no Bairro Alvorada.

O item foi tratado inicialmente como suposto artefato explosivo, mas depois moradores disseram que poderia ser uma caixa para recrutar abelhas. No entanto, ainda assim, a equipe especializada prosseguiu com a detonação.

Segundo a direção da escola, as aulas ocorrerão normalmente nesta sexta-feira (5).

Mobilização

Equipes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros ficaram mobilizadas por mais de cinco horas na ocorrência, que teve início por volta das 13h, quando a PM foi acionada por testemunhas.

Local isolado

Toda área da escola foi isolada. Os alunos foram liberados por conta da suspeita do artefato explosivo.

“Soube do possível explosivo em sala de aula, às 14h. Vários pais que também ficaram sabendo começaram a buscar os meninos. Não houve tumulto, apenas preocupação mesmo”, disse uma das professoras que não quis ser identificada.

Ainda segundo a PM, a suposta bomba estava em uma árvore do lado de fora da escola. Um muro divide o pátio da unidade com a área externa, onde está a árvore e, em cima, o possível artefato explosivo estava preso por um arame.

Ainda de acordo com o tenente da PM, Lucas Bicalho, pessoas que estavam no local informaram que a caixa poderia ser apenas um mecanismo para recrutar abelhas e não uma bomba. No entanto, nenhum apicultor se apresentou aos militares informando ser o dono da caixa.

Por isso, o Bope prosseguiu com a detonação da caixa, mesmo com a informação de que pudesse ser uma armadilha para captura de abelhas.

SEE

“A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) informa que a direção da unidade escolar tomou todas as providências imediatamente e acionou os órgãos de segurança competentes para identificação do artefato.

Mediante o ocorrido e como medida preventiva de segurança, as atividades pedagógicas foram suspensas e os estudantes foram evacuados da unidade escolar”.

Fonte: G1

 

 

Comentários
COMPATILHAR: