As dificuldades enfrentadas por brasileiros que decidiram migrar para Portugal são cada vez maiores. Há centenas deles passando fome e alguns estão morando nas ruas porque não conseguem mais pagar os aluguéis, que, somente no ano passado, subiram, em média, 37%.

De acordo com informações do portal Estado de Minas, segundo o pastor Fabrizio Santos, da igreja evangélica Adonai Church, muitas pessoas se mudaram para Portugal acreditando que teriam facilidade para arrumar emprego e para alugar um local adequado para morar. “Mas tudo está muito caro. As pessoas estão enganadas em relação à vida em Portugal”, diz ele, que tem ajudado muitas pessoas com cestas básicas e indicações para trabalho.

O pastor conta que, nos últimos dias, um integrante da sua igreja encontrou um casal, com uma criança, dormindo numa estação de trem na região de Lisboa. Esse fiel levou o casal e a criança para sua casa, onde ficaram por 15 dias, até que um deles conseguisse se empregar. “Não tinham dinheiro nem para comer. E isso está se repetindo diariamente”, destaca o religioso.

Ilusão em Portugal

Pelos relatos que ele tem colhido, muitos brasileiros que vieram para Portugal foram iludidos por post enganosos na internet feitos por youtubers, que estão sendo investigados pelas autoridades portuguesas. “São jovens que aparecem com roupas de marcas, carros, ostentando, como se tivessem ficado ricos em Portugal. Aí, brasileiros que veem isso, compram passagem e chegam ao país europeu com apenas 1 mil euros (R$ 5.500) no bolso”, relata.

O religioso ressalta, ainda, que, quando chegou em Portugal, há seis anos, com 100 euros (R$ 550) enchia um carrinho do supermercado com compras. “Agora, com os mesmos 100 euros, no máximo, saímos com três sacolinhas e dando glória a Deus por ter comprado algo”, enfatiza. Ele conta, também, que são muitos os casos de depressão entre brasileiros, devido às dificuldades e frustrações com o processo de migração.

“As pessoas que querem migrar para Portugal devem se preparar muito. Não se trata de aventura. Muitos acreditam que o fato de a língua ser a mesma facilita tudo. Mas a cultura portuguesa é muito diferente da brasileira. Não adianta querer mudar para Portugal acreditando que terá a mesma vida do Brasil”, frisa. “Não é assim.”

Dados mais recentes apontam que, em média, por dia, 145 brasileiros pedem ajuda para retornar ao Brasil. O Consulado do país em Lisboa tem sido muito procurado, mas não tem recursos para bancar as passagens de volta. Resta pedir auxílio às igrejas católicas e evangélicas e ao braço da Organização das Nações Unidas (ONU) para migrações.

Fonte: Estado de Minas

 

Comentários
COMPATILHAR: