As crescentes importações de leite, principalmente em pó, vindas da Argentina e do Uruguai estão prejudicando severamente a pecuária leiteira de Minas Gerais e do Brasil. Com a maior oferta do produto, os preços no campo estão em queda. Representantes da cadeia produtiva em conjunto com entidades do governo estadual irão elaborar um documento solicitando ações do governo federal para resolver a situação. De acordo com o presidente da Comissão de Pecuária de Leite do Sistema Faemg/Senar, Jonadan Ma, os volumes importados estão batendo recordes e já representam cerca de 10% da produção nacional de leite. (Diário do Comércio – Belo Horizonte)

 

Mudança de gêneros é alta em Uberlândia

Uberlândia foi a cidade que mais registrou pedidos de mudança de gênero em todo o Estado de Minas Gerais, nos últimos cinco anos. De acordo com um levantamento feito pela Central de Informações do Registro Civil (CRC Nacional), de janeiro de 2018 a 30 de junho de 2023, foram 192 solicitações efetivadas no cartório de registro civil do município, além de outras 11 alterações de nome, totalizando 203 procedimentos. A capital Belo Horizonte aparece na segunda posição do ranking, com 146 alterações. Já em Uberlândia, foram 98 alterações de gênero (do masculino para o feminino) e outras 94 do sexo feminino para o masculino. (Diário de Uberlândia – Uberlândia)

 

Expoagro-GV espera 200 mil pessoas em Governador Valadares

A 52ª Exposição Agropecuária de Governador Valadares (Expoagro-GV) teve início oficialmente no último final de semana e prossegue até o dia 17 e a expectativa é de que esta seja uma das maiores exposições realizadas nos últimos anos. De acordo com o presidente da União Ruralista Rio Doce, Marcelo Teixeira, os resultados serão fruto de muito trabalho. “Trabalhamos praticamente um ano. Desde que a última edição acabou, já começamos a preparar esta e agora, com toda a estrutura pronta, já é possível ver a magnitude deste evento. A expectativa é a melhor possível para superarmos a Expoagro de 2022 e, pelo que estou vendo, vamos conseguir, se Deus quiser”, afirmou. (Diário do RioCoce – Governador Valadares)

 

Estatuto dos servidores retirado da Câmara de Poços de Caldas

Em resposta às preocupações e inseguranças dos servidores municipais em relação ao projeto do novo estatuto dos servidores, a Prefeitura de Poços de Caldas em entendimento com a presidente do Sindicato dos Servidores Marieta Carneiro, juntamente com o presidente da Câmara Municipal, Douglas, em busca de garantir mais segurança e tranquilidade para todos os servidores, chegou-se a um consenso: o projeto será retirado temporariamente e, em seguida, será reapresentado para votação em uma reunião extraordinária, junto ao plano de cargos e salários. (Jornal Mantiqueira – Poços de Caldas)

 

Sesurb realiza inventário em cemitérios de Uberaba

A Secretaria de Serviços Urbanos e Obras (Sesurb) da Prefeitura de Uberaba realiza, desde 2022, inventário dos cemitérios São João Batista, Medalha Milagrosa e o Bom Pastor, no bairro rural de Ponte Alta, com a finalidade de detectar as situações de abandono, falta de conservação, manutenção e irregularidade de documentação. Como resultado desse inventário, a pasta notificará os concessionários para regularização. De acordo com a assessora Jurídica da Sesurb, Thaísa Meneghello Esselin e Oliveira, o objetivo é detectar irregularidades, como a falta de manutenção do túmulo; nome dos sepultados; falta do termo de concessão; abandono; dentre outros. (Jornal de Uberaba – Uberaba)

 

38.423 famílias em extrema pobreza em Sete Lagoas

A população de Sete Lagoas chegou a 227.360 pessoas no Censo de 2022, o que representa um aumento de 6,13% em comparação com o Censo de 2010. Deste total, de acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, 28.905 famílias – que representa um universo de 70.440 pessoas – estão cadastradas no município e dependem de programas assistenciais para sobreviverem. De acordo com Luciene Chaves, Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, dentre essas 70.440 pessoas, 38.423 indivíduos – o que representa 15.481 famílias – vivem em situação de pobreza e extrema pobreza e recebem até R$ 218 mensais. Em números percentuais, 15.481 famílias em situação de miséria representa quase 17% da população total de Sete Lagoas. (Jornal Sete Dias – Sete Alagoas)

 

Mercado do Produtor de Varginha vai custar R$ 18,3 milhões 

O Novo Mercado do Produtor de Varginha vai custar R$ 18,3 milhões e será construído pela Wizzer Incorporadora e Construtora Ltda., empresa vencedora da licitação. O contrato para a execução de serviços foi assinado pelo prefeito Vérdi Lúcio Melo (Avante), na quinta-feira, 6. O espaço mais moderno será localizado entre avenida José Gomes Oliveira com a rua Orminda Vasconcelos. O prazo estabelecido para a execução da obra é de 12 meses contados a partir da data do recebimento da Ordem de Serviço, que será expedida pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos. (Gazeta de Varginha – Varginha)

 

COMPATILHAR: