Várias ruas e praças de Formiga receberam enfeites para a celebração do Natal. Os adereços foram inaugurados no dia 25 de novembro e serão retirados nesta sexta-feira (6). A ação do poder público para fomentar o comércio local é fundamental, porém, a Comissão de Serviços Públicos Municipais da Câmara de Formiga alerta que o valor pago no aluguel de diversos enfeites é muito alto.

Os vereadores Cabo Cunha e Luciano do Gás, respectivamente presidente e membro da comissão, analisaram cada item e seus preços na licitação para a locação da decoração natalina, bem como sua montagem e desmontagem. “Nós somos totalmente favoráveis ao fomento ao comércio formiguense. No entanto, temos de fiscalizar se tudo está sendo feito corretamente. Fomos procurados por eletricistas, marceneiros e serralheiros da nossa cidade que estão impressionados com os valores pagos”, comentou Cabo Cunha.

Um dos itens que mais intriga os vereadores é a “Casa do Papai Noel”, instalada na Praça São Vicente Férrer. O aluguel dela para o período natalino custou aos cofres públicos R$ 60 mil. Já o presépio, presente na mesma praça, custou R$ 40 mil. “São valores muito altos para uma decoração que não fica para o Município, amanhã a empresa já vem e tira tudo”, ponderou Luciano.

Ainda na Praça São Vicente Férrer, os parlamentares destacam que os arcos utilizados para o túnel de luz tiveram aluguel de R$ 906 cada unidade, totalizando cerca de R$ 30 mil. Já o serviço de instalação das luzes em um mastro para formar uma árvore custou R$ 10 mil.

Cabo Cunha e Luciano do Gás solicitarão à assessoria jurídica do Poder Legislativo o envio das documentações relativas à decoração de Natal ao Ministério Público, para o devido acompanhamento.

Fonte: Câmara Municipal

Comentários
COMPATILHAR: