O Brasil vive uma explosão de casos de dengue neste início de 2024. Dados do painel de arboviroses do Ministério da Saúde apontam que o país já soma mais de 500 mil casos prováveis e confirmados da doença. Febre, dores no corpo, mal-estar e dor de cabeça são alguns dos sintomas da dengue — e da Covid-19, que continua circulando por aí.

As duas doenças são virais e têm alguns sintomas semelhantes. Então como diferenciar as duas?

 

Transmissão

Se pensarmos em transmissão, dengue e Covid são bem diferentes:

Na dengue, a transmissão é via mosquito Aedes aegypti. Ele pica uma pessoa contaminada, pega o vírus, pica outra pessoa e transmite a doença. Não passa de uma pessoa para outra.

O que ajuda a evitar? Menos mosquito, repelente, cuidados em casa.

Na Covid-19, a transmissão é pelo ar, por gotículas de secreções respiratórias de uma pessoa infectada. Ou seja, passa de uma pessoa para outra. Lembra da recomendação do uso de máscaras?

 

Sintomas

Já os sintomas, apesar de semelhantes, têm suas particularidades. Na dengue, o sintoma mais clássico é a febre alta, que aparece abruptamente no começo da infecção. A Covid tem como característica os sintomas respiratórios. Vale lembrar que nas duas doenças existem também os casos assintomáticos (sem sintomas).

A febre na dengue costuma ser mais alta, a dor no corpo costuma ser maior, dor articular é mais frequente, assim como dor atrás dos olhos, manchas na pele. Esses sintomas podem até aparecer na Covid, mas é mais comum na dengue. A Covid tem mais sintomas respiratórios, como tosse, secreção, dificuldade para respirar, que em geral a dengue não tem“, explica o infectologista Renato Kfouri, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).

O médico ressalta que nem sempre dá para cravar que é uma doença ou outra. Para isso, existem testes que ajudam a fechar o diagnóstico.

O que ajuda muito a nortear é a epidemiologia da doença. Se a pessoa está com febre, dor de cabeça, dor nos olhos e sem sintomas respiratórios, a chance de ser dengue é enorme, porque estamos em uma alta temporada de circulação da doença“.

Principais sintomas da dengue

  • Febre alta, superior a 38°C;
  • Dor no corpo e articulações;
  • Dor atrás dos olhos;
  • Mal-estar;
  • Falta de apetite;
  • Dor de cabeça;
  • Manchas vermelhas no corpo.

Principais sintomas da Covid

  • Tosse;
  • Dor de garganta;
  • Coriza;
  • Perda de olfato;
  • Dor abdominal;
  • Fadiga.

 

Vacina

Outra semelhança: existe vacina para as duas doenças.

A diferença é que a vacina da Covid está disponível para toda a população no Sistema Único de Saúde (SUS). Já a vacina da dengue atende um público menor: crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, em municípios definidos pelo Ministério da Saúde. Nesta primeira fase da vacinação, estão sendo priorizadas as crianças de 10 a 11 anos. A restrição na imunização contra a dengue ocorre por falta de doses. A vacina também está disponível na rede particular.

 

Diagnóstico e tratamento

Um diagnóstico mais preciso sobre as doenças pode ser obtido através dos testes.

Na Covid, é possível fazer o autoteste, teste rápido ou o RT-PCR.

Na dengue, é possível fazer o teste rápido, sorologia ou o RT-PCR . Não tem autoteste.

Para tratar a febre, os dois medicamentos mais indicados são paracetamol e dipirona — os dois ajudam a amenizar dores e mal-estar.

Caso a pessoa apresente outros sintomas ou febre alta e prolongada, ela deve procurar orientação médica.

 

Fonte: G1

COMPATILHAR: