O deputado federal André Fernandes (PL-CE) vai acionar a Polícia Federal e o Ministério Público depois de ter seu gabinete, em Fortaleza, vandalizado na madrugada desta segunda-feira (01).

Em filmagens das câmeras de segurança, obtidas pela CNN, é possível ver um grupo de pessoas se aproximando do local por volta de 05h21 da manhã com bandeiras. O grupo picha as paredes e queima um boneco de pano, que é deixado no local.

Nas redes sociais, os grupos ‘Levante da Juventude’ e ‘Levante Ceará’ assumem a autoria do ocorrido e dizem que o deputado “convocou, em 2023, o povo para participar do atentado à democracia em Brasília, ridicularizou o STF e segue mobilizando forças e seguidores com o objetivo de se consolidar como alternativa à prefeitura de Fortaleza”.

Além disso, o MST realizou também publicação na tarde do último domingo (31), data que marcou os 60 anos do golpe militar, comentando a ação: “Jovens organizados no @levantepopular realizaram escrachos em 10 estados do Brasil. Sob o mote “Aqui mora um golpista: Por Verdade, Memória e Justiça” a juventude expôs políticos ligados aos atos golpistas de 08 de janeiro”

Em resposta, a assessoria do parlamentar informou que ele irá acionar o Ministério Público, a Polícia Federal e levará o caso ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

Nas redes sociais, André Fernandes ressaltou que providências serão tomadas: “Na madrugada desta segunda-feira (1º), um grupo de criminosos foi até o meu gabinete parlamentar em Fortaleza para vandalizar as paredes com pichações e atear fogo em um boneco com o meu rosto em uma clara ameaça! Pelos vídeos das câmeras de segurança e pelas imagens postadas em redes sociais já podemos perceber que se trata de movimentos ligados ao PT. Logo mais farei um pronunciamento sobre isso. As providências serão tomadas”, escreveu.

Além disso, assessoria informa que a Polícia Civil já foi ao local colher imagens e que o parlamentar aguarda resultado da perícia.

 

Fonte: CNN Brasil

 

COMPATILHAR: