Um novo tremor de terra foi registrado em Divinópolis nesta quinta-feira (27). O tremor teve magnitude de 2.4 na Escala Richter e o índice é considerado de baixa magnitude segundo a Rede Sismográfica Brasileira (RSB). Este é o 31º tremor de terra, segundo registro da RSB.

O especialista do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP),Jackson Calhau, explicou ao g1 que não é possível prever novos registros, bem como se haverá aumento de magnitude.

O primeiro registro de abalo na cidade foi no dia 10 de janeiro: 3.0 na Escala Richter. O valor apesar de ser considerado de magnitude baixa foi o mais alto registrado na cidade até o momento. Os demais registros variam entre 1.6 e 2.9 de magnitude.

Tremores de terra registrados em Divinópolis

DataHoraMagnitude
27/011h252.4
20/018h062.2
19/0114h322.2
19/0113h542.5
19/015h342.1
19/014h571.9
19/014h062.0
19/0100h362.4
18/0112h362.4
18/0119h162.6
18/0115h362.4
18/0112h022.9
18/019h022.9
16/018h431.7
16/014h241.6
15/0119h231.9
15/0110h261.9
15/0110h232.4
15/018h382.1
15/016h341.8
15/014h452.4
15/014h391.6
15/0123h071.9
14/0118h042.2
14/010h41.6
14/0123h522.0
13/0119h301.8
13/0115h322.9
13/0115h252.8
10/0120h133.0
Fonte: RSBR

Porque os tremores não são percebidos em algumas partes da cidade?

Em algumas partes da cidade as pessoas sentem mais os abalos e em outras sentem menos. O especialista da USP comentou sobre essa situação.

“Isso é devido a proximidade ao epicentro. As pessoa que estão na parte norte e nordeste da cidade estão sentindo mais porque estão mais perto das fraturas onde estão acontecendo os tremores”, esclareceu Jackson.

Fonte: g1 Centro-Oeste

Comentários