Tirar visto para viajar para os Estados Unidos vai ficar mais caro, mas não a partir de agora, como estava previsto anteriormente. Segundo a assessoria de imprensa da Embaixada dos EUA, o aumento no valor da taxa de emissão do documento vai começar a valer apenas no dia 17 de junho, e não nesta terça-feira, 30, como foi inicialmente divulgado. O último reajuste dessas taxas foi em 2012.

A taxa para o visto de turismo/negócios (categoria B1/B2), que era de US$ 160, passará para US$ 185. O mesmo vale para outras categorias que não são baseadas em petição, como de estudante e visitante de intercâmbio. O aumento representa um acréscimo de R$ 125 para os brasileiros que vão tirar o visto a partir de 17 de junho.

O tempo médio de espera para primeira entrevista de visto de turismo e negócios para os Estados Unidos no posto consular de São Paulo está em torno de 610 dias, mas há outras categorias de vistos de estudantes e de intercâmbios em que o tempo de espera atualmente é inferior a três dias em São Paulo. O prazo oscila diariamente, de acordo com novos pedidos e desistências.

Outras categorias

A taxa para vistos de não imigrante baseados em petição para trabalhadores temporários (categorias H, L, O, P, Q e R) aumentará de US$ 190 para US$ 205. A taxa para comerciante, investidor de tratados internacionais e requerentes de tratados em uma ocupação especializada (categoria E) aumentará de US$ 205 para US$ 315.

Entenda como são definidos os tipos de visto:

– Vistos de não imigrante: Viagem aos Estados Unidos em caráter temporário, incluindo turismo, trabalho temporário, estudo e intercâmbio;

– Vistos de imigrante: Para estrangeiros querendo residir permanentemente nos Estados Unidos.

Confira todas as taxas:

– A taxa para o visto de turismo/negócios (categoria B1/B2), que era de US$ 160 passará para US$ 185;

– As taxas para vistos de outras categorias que não são baseadas em petição, como vistos de estudante e visitante de intercâmbio, também terão aumento de US$ 160 para US$ 185;

– A taxa de processamento de inscrição para NIVs das categorias H, L, O, P, Q e R aumentará de US$ 190 para US$ 205;

– A taxa para NIVs de categoria E aumentará de US$ 205 para US$ 315;

– A taxa para a isenção do requisito de residência de dois anos para visitantes de intercâmbio foi mantida em US$ 120.

Fonte: O Tempo

COMPATILHAR: