Esta denúncia foi feita por nosso semanário, Nova imprensa, em sua edição de 513, que circulou no dia 15/12/2006, atendendo a pedidos da vizinhança. Acontece que esta caixa de inspeção continua exalando forte odor (é de m… mesmo) como antes, e daquela época para cá, ao que se sabe, o SAAE nada fez para solucionar o problema. Agora, com a chegada do tempo chuvoso, a tal caixa resolveu novamente dar o ar da graça. Esta foto foi tirada no dia 14/11, às 19h20, num dia em que não tivemos chuva.
Apesar desta especial condição (falta de chuva), ainda assim a poça de água fétida está lá a incomodar a tantos quantos por ali transitem. Mais uma vez lembramos que esta caixa de inspeção está a menos de 200 metros do almoxarifado da prefeitura e a 10 metros da entrada da garagem dos caminhões e máquinas da mesma. É impossível que ninguém da municipalidade ou do SAAE, ainda não tenha visto o problema ou percebido o mau cheiro que exala pelo local. Na briga entre secretários, pelo jeito, o povo é quem dança. Ou seja, está mais que confirmado que na luta do mar com o rochedo, quem leva a pior é o marisco!

Comentários