Estagiários recebem, em média, R$ 683,33 no Brasil em 2010, queda de 3,2% em relação a 2009 de acordo com pesquisa realizada pelo Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube). O estudante do curso de engenharia é o que recebe a maior remuneração, com bolsa-auxílio de R$ 1.022,30 ? o curso está no topo do ranking há três anos. O curso com a bolsa mais baixa é o de fisioterapia: média de R$ 300,44.
O estudo foi feito com 16.328 estagiários de diferentes níveis do país de 22 de março a 23 de abril de 2010 e revela a média de bolsa-auxílio paga por empresas de pequeno, médio e grande porte em 2010. Todos os participantes têm os contratos assinados de acordo com as regras da nova Lei do Estágio (nº 11.788/08).

A média de bolsa-auxílio geral, ou seja, considerando todos os níveis de escolaridade, é de R$ 683,33, queda de 3,2% em relação ao ano passado. De acordo com o Nube, os motivos são a redução no valor pago aos alunos do nível médio e a diminuição da jornada diária dos estagiários de 8 horas para 6 horas.
Os estudantes de nível superior recebem média de R$ 765,25, queda de 5,03% em 2010 em relação ao ano de 2009.
Depois do curso de engenharia, que segue pelo terceiro ano consecutivo como o primeiro do ranking com remuneração maior (R$ 1.022,30), vem o de relações internacionais, com bolsa-auxílio de R$ 1.008,38 (em 2008 esse curso sequer aparecia na lista dos dez com melhor bolsa e, em 2009, ocupava o sétimo lugar). Na terceira posição vem economia, com R$ 999,27, alta de 12,37% na bolsa-auxílio com relação a 2009, ano em que o curso também ocupou a terceira posição da lista.
Tecnólogo
Já para o nível superior tecnólogo, a média da bolsa-auxílio é de R$ 702,40, com um declínio de 0,66%. O curso de secretariado, com bolsa-auxílio de R$ 958,98, estreia na lista em primeiro lugar, deixando o curso de mecânica em segundo, com R$ 906,03. A terceira posição ficou para a área da construção civil, com remuneração de R$ 896,95.
Nível médio
De acordo com o Nube, a bolsa-auxílio paga para estudantes do ensino médio sofreu redução de 8,55% em 2010 com relação a 2009, com uma média de R$ 385. Uma das causas se deve ao artigo 17 da nova lei, que limita a contratação dos jovens desse nível em apenas 20%, avalia o Nube.
A pesquisa registrou aumento de 10,81% na média da bolsa auxílio do nível médio-técnico, atualmente em R$ 517,70. A área da construção civil, no topo da lista em 2009, caiu para terceiro lugar, com R$ 620,83 de bolsa-auxílio, dando lugar para o curso de química, com R$ 693,51 e Segurança do Trabalho, com R$ 685,31.
Sobre a pesquisa
De acordo com o Nube, foram ouvidos estagiários que passaram por processos seletivos da empresa em todos os estados do Brasil. A pesquisa, porém, não é uma amostra científica. O Nube informou, ainda, que o valor da bolsa-auxílio é confirmado com a própria remuneração que o estagiário recebe da empresa.
Veja os dez cursos com as melhores bolsas-auxílio no Brasil por nível de escolaridade:
Nível superior:
1) Engenharia: R$ 1.022,30
2) Relações internacionais: R$ 1.008,38
3) Economia: R$ 999,27
4) Química: R$ 897,45
5) Arquitetura e urbanismo: R$ 896,35
6) Biblioteconomia: R$ 883,60
7) Nutrição: R$ 880,40
8) Estatística: R$ 864,70
9) Ciências atuariais: R$ 817,61
10) Matemática: R$ 802,12
Nível médio técnico:
1) Química: R$ 693,51
2) Técnico em segurança do trabalho: R$ 685,31
3) Construção civil: R$ 620,83
4) Mecânica: R$ 615,93
5) Eletrotécnica: R$ 562,27
6) Edificações: R$ 562,24
7) Automação Industrial: R$ 548,35
8) Mecatrônica: R$ 543,95
9) Telecomunicações: R$ 536,56
10) Informática: R$ 511,74
Nível superior/tecnólogo:
1) Secretariado: R$ 958,98
2) Mecânica: R$ 906,03
3) Construção civil: R$ 896,95
4) Mecatrônica industrial: R$ 831,89
5) Processamento de dados: R$ 791,03
6) Comércio exterior: R$ 788,79
7) Gestão ambiental: R$ 772,46
8) Tecnologia em alimentos: R$ 765,00
9) Sistemas de informação: R$ 655,00
10) Redes de computadores: R$ 627,00

Comentários
COMPATILHAR: