O formiguense Vanderly Augusto dos Santos, morador do bairro Ouro Negro, descobriu um caroço na região do pescoço, em novembro do ano passado, e isso mudou completamente a vida dele

De acordo com informações do portal Tribuna Centro-Oeste, temendo tratar-se de um câncer, Vanderly realizou uma biopsia, que não confirmou a suspeita, mas apontou se tratar de um cisto branquial em uma região muito delicada, próxima à veia carótida e, portanto, com alto risco de hemorragia.

Em maio deste ano, a família dele realizou uma campanha a fim de arrecadar recursos para custear a cirurgia para a retirada do cisto, uma vez que pelo SUS a operação demoraria muito.

Preparando-se para a cirurgia, Vanderly passou por uma tomografia a pedido do médico. No entanto, as notícias não foram boas: a tomografia apontou um tumor no fundo da garganta, nas proximidades da faringe.

Com a realização da biópsia, constatou-se tratar de um tumor maligno, e o cisto branquial passou a não ser mais a maior preocupação da família.

A partir de agora, Vanderly tratará, primeiramente, do câncer, junto à ACCCOM (Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas), e só depois continuará o tratamento do cisto.

No entanto, pela urgência do caso, que não permitia aguardar o SUS, a família precisou ter gastos com médicos, tomografias e outros exames (cerca de R$3.850), além de uma biópsia (no valor de R$6.600).

Como a família não tinha todo esse valor, continua devendo cerca de R$5 mil.

Sendo assim, mais uma vez, a família conta com a solidariedade da população que se sensibilizar com a situação.

As doações podem ser feitas na seguinte chave PIX: 37998276049 (Celular), em nome de Flávia Lucia da Silva Santos, que é esposa de Vanderly.

Fonte: Tribuna Centro-Oeste

Comentários
COMPATILHAR: