A Polícia Militar tenta localizar um fazendeiro de 25 anos que assassinou a pauladas um homem de 31 anos que invadiu sua propriedade, assediou a mulher dele e esfaqueou um cachorro na cidade de Prata, no Triângulo Mineiro. O crime foi descoberto no domingo (17) depois que familiares procuraram a corporação.

A companheira do fazendeiro, que também tem 25 anos, compareceu à companhia da PM do município acompanhada do sogro, de 51 anos. Ela relatou que o homem apareceu na fazenda onde ela mora com o marido no sábado (16), dizendo que vinha a observando há alguns dias e pedindo café e pão. Ela disse que não teria comida e mandou que ele fosse em outra fazenda.

Ainda de acordo com a polícia, no domingo (17) pela manhã o desconhecido retornou e, aproveitando-se que o companheiro dela estava no curral tirando leite, passou a mão em suas partes íntimas. Neste momento ela gritou, sendo que o fazendeiro correu até a sede e, ao saber do assédio, pegou um pedaço de pau e correu atrás do homem.

Desesperada, a mulher pediu para ir embora, sendo levada pelo marido até a fazenda de seu sogro, também no município, mas o homem retornou sozinho em seguida para a propriedade. Por volta de 20h, o suspeito retornou para a casa do pai e disse que teria feito uma besteira, pedindo que os parentes procurassem a polícia e pedissem uma ambulância para sua propriedade.

Na casa da fazenda, os policiais encontraram a vítima caída no chão de um dos quartos e com vários ferimentos na cabeça, já sem vida. O homem não portava nenhum documento, porém, acabou identificado por ele ter sido abordado dias antes pela PM de Miraporanga, distrito de Uberlândia.

Cachorro esfaqueado

Ainda durante as buscas na cena do crime, a PM acabou localizando um cachorro da raça pitbull com três perfurações, possivelmente causadas por uma arma branca.

A corporação suspeita que o animal tenha sido ferido pela vítima, antes da invasão da propriedade. O cão foi entregue para o pai do suspeito, que procurou atendimento veterinário.

A polícia segue fazendo buscas pelo fazendeiro, porém, até na noite de segunda-feira (18), ele não havia sido localizado ou preso.

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: