O Atlético está nas oitavas-de-final da Copa do Brasil. Depois de empatar o jogo de ida por 2 a 2, o time venceu o Guaratinguetá por 2 a 0, nesta quinta-feira à noite, no Mineirão. Vai enfrentar agora o Vitória. O sorteio das partidas será nesta sexta-feira. No domingo, o Galo inicia a disputa do título do Campeonato Mineiro contra o Cruzeiro.

O Jogo
Em campo, no primeiro tempo, duas equipes lutando por gols. O Guaratinguetá para manter vivo o sonho de classificação. O Atlético para ampliar sua vantagem e sacramentar sua vaga. A consequência foi uma partida aberta, com chances para ambas as equipes.
O Galo começou embalado. Logo aos 37 segundos, Lopes cabeceou e Diego Tardelli não alcançou a bola, que saiu rente à trave. Aos dois minutos, o gol alvinegro. O artilheiro foi derrubado na área pelo goleiro Fernando. Ele mesmo cobrou, com direito a paradinha, e abriu o placar.
O Guaratinguetá ameaçou em cobranças de falta. Aos oito e dez minutos assustou a torcida atleticana. Em bobeadas da defesa, o Guará criou mais chances. Na melhor delas, Magal recebeu frente a frente com o goleiro Édson, que evitou o gol de empate. Aos 16, Nenê chutou e Édson defendeu com dificuldades.
Irregular na partida, o Atlético desperdiçou três grandes oportunidades para ampliar. Aos 21, depois da cobrança de falta de Tardelli, a bola desviou na barreira e sobrou na cara do gol para Márcio Araújo. O volante chutou em cima do goleiro. Três minutos depois, Éder Luís roubou a bola, avançou pela área, mas foi prensado na hora do chute. Já aos 29, Éder cabeceou forte e o goleiro espalmou.

Segundo Tempo
O Galo voltou sem Lopes, substituído pelo estreante Alessandro. Quem também entrou foi o volante Rafael Miranda na vaga de Márcio Araújo. Com o reforço na marcação no meio-campo, o Alvinegro dominou o jogo, mas pecou nos passes e nas finalizações.
Perdeu excelente chance logo aos três minutos, com Diego Tardelli. Primeiro, o artilheiro chutou e o goleiro defendeu. Na volta, ele cabeceou para fora. Aos 27 minutos, no contra-ataque, Éder Luís recebeu a entrada da área e bateu longe.
O momento de maior apreensão dos torcedores foi quando o atacante Diego Tardelli caiu no gramado sozinho. Avaliado pelos médicos, o atacante voltou a campo e tranquilizou os atleticanos. O Atlético ainda levou um pequeno susto aos 40 minutos. Wellington Amorim cabeceou para as redes, mas estava impedido.
O segundo gol atleticano saiu aos 43, com o experiente Júnior, que encobriu o goleiro Fernando: 2 a 0, placar final.

Comentários