Um homem, de 44 anos, está sendo procurado pela polícia por ter ateado fogo na própria esposa, de 38 anos, e no filho, de 2. O caso aconteceu na localidade conhecida por Vala do Rufino, zona rural de Resplendor, Vale do Rio Doce, no início da tarde deste domingo (25).

Mesmo bastante ferida, a mulher contou aos policiais militares que atenderam à ocorrência que o marido faz constante uso de álcool. Com isso, as brigas entre o casal, que vivia junto há sete anos, vinham aumentando cada vez mais.

A vítima contou que o homem sempre a ameaçava de morte caso ela o deixasse. No início da tarde deste domingo, a mulher pegou o filho, de 2 anos, do casal e disse que iria embora para a casa da mãe dela.

O suspeito tentou impedi-la de sair e foi até o galpão da fazenda onde moram, de onde retirou uma quantidade de gasolina do tanque de sua motocicleta.

Ele foi em direção à mulher, que estava com o filho do casal no colo, e jogou gasolina nos dois, ateando fogo em seguida.

A vítima teve grande parte do corpo tomada pelo fogo, que também atingiu o braço da criança. Ela contou aos militares que o próprio autor se arrependeu do que fez e a ajudou a apagar o fogo. Ele acabou sofrendo queimaduras no braço.

O suspeito ainda teria providenciado socorro às vítimas e implorado à mulher para não ser denunciado à polícia, fugindo logo em seguida.

A polícia recebeu informações de que o autor poderia ter fugido para Colatina ou Alto Rio Novo, ambos municípios do Espírito Santo, mas ele não foi localizado.

Segundo boletim de ocorrência da PM, o estado da vítima é grave e seria transferida para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, especialista em atendimento a queimados. A criança sofreu queimaduras no braço e está fora de perigo.

Fonte: G1

Comentários
COMPATILHAR: