Um homem de 28 anos perdeu parte do braço após ser atingido por uma explosão ao manusear um artefato explosivo dentro do apartamento onde mora, na rua Montes Claros, no bairro Anchieta, região Centro-Sul de Belo Horizonte, na madrugada desta quinta-feira (27). A vítima foi socorrida pelo pai para o Hospital João XXIII.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi a primeira a chegar ao local e constatou cheiro de pólvora em um dos quartos. Na hora da explosão, estavam os três homens em casa, sendo o pai, de 62 anos, e os dois filhos, de 28 e 30 anos.

Segundo os bombeiros, existiam focos de incêndio no apartamento e não foi descartado novo risco de explosão. A rua, o prédio e os imóveis vizinhos foram interditados até o trabalho da perícia técnica. O esquadrão antibombas do Bope também foi ao local.

A PM se deslocou até o hospital e foi informada pela equipe médica que o homem teve uma amputação traumática do antebraço esquerdo e que não conseguia relatar sobre o acontecido naquele momento porque estava sedado.
Ainda conforme relato dos profissionais, a vítima teria contado que comprou uma bomba conhecida como “treme-terra” para usar em um evento mas, ao manusear, houve a explosão.

Questionados, o pai e o irmão da vítima afirmaram que não tinham conhecimento dos materiais explosivos no interior do apartamento. A análise da perícia identificou que o imóvel sofreu danos nas janelas, vidros quebrados, paredes com trincas, entre outros.

Segundo a PM, o ferido já tem passagem pela polícia. Em 2016 ele foi investigado por suspeita de envolvimento com o garimpo ilegal após ser detido, junto com o pai, na posse de pedras de quartzo e turmalina.

O homem segue internado no Hospital João XXIII, onde passou por cirurgia. Ele está sob escolta policial e deve responder pelo crime de causar explosão.

Fonte: Hoje em Dia

COMPATILHAR: