Uma mulher de 65 anos foi detida após desacatar e xingar Policiais Militares na avenida Raja Gabaglia, em frente à 4ª Região Militar do Exército, região Centro-Sul de Belo Horizonte, na manhã desta segunda-feira (9). Ela passou mal e precisou ser encaminhada para uma UPA.

Segundo a Polícia Militar, havia uma ordem do Comandante do 125º batalhão da PM para qualificar cerca de oito manifestantes que estavam concentrados na entrada do quartel.

No local, os militares abordaram a mulher no canteiro central da avenida e pediram que ela se identificasse.

De acordo com os militares, a idosa se exaltou, saiu andando, disse que não deveria ser abordada pelos policiais e que não iria se identificar. A mulher pediu um taxi e, mesmo sob ordem de permanecer no local, entrou no veículo. Os militares abordaram o motorista do veículo e não permitiram a mulher evadir do local.

Ao ser pedida mais uma vez para se identificar, a mulher respondeu aos militares “meu nome é filha da ….”. Em outro momento ela respondeu que se chamava “Maria Lula da Silva”.

Os militares tentaram retirar a mulher do veículo, que gritou por socorro e disse que estava sendo agredida. Segundo a Polícia Militar, toda a ação foi gravada.

Aos policiais, a mulher afirmou que estava se sentindo mal e foi encaminhada para a Upa Oeste. Ela se deslocou até a unidade de saúde de taxi, escoltada pela polícia.

No local, ela assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) – para infrações de menor potencial – e se comprometeu a comparecer a uma audiência no Juizado Especial Criminal de BH.

Fonte: Hoje em Dia

COMPATILHAR: