As inscrições para o curso de especialização Atenção Básica em Saúde da Família, oferecido pela Escola de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em parceria com o Ministério da Saúde, se encerram nesta sexta-feira, dia 22 de agosto. O curso é pioneiro no Brasil. Podem se inscrever qualquer profissional ligado ao Sistema Único de Saúde, tais como médicos, cirurgiões dentistas e enfermeiros.
O curso é inteiramente gratuito e os recursos são oriundos do Ministério da Saúde, que arca com cerca de 60% das despesas, juntamente com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Ministério da Educação e Cultura (MEC), por meio da Universidade Aberta do Brasil.
De acordo com o médico pediatra Edison Corrêa, coordenador institucional do curso, o objetivo é capacitar esses profissionais, uma vez que cerca de 75 mil médicos, dentistas e enfermeiros em todo o país possuem a graduação como única formação. As aulas acontecerão em três semestres de duração e serão realizadas por meio de encontros presenciais e também pelo sistema de educação à distância.
Serão 400 vagas ao todo, sendo 100 para a capital e 300 para as demais cidades. Além da capital, o curso será ministrado nos municípios de Araçuaí, Conselheiro Lafaiete, Campos Gerais, Corinto, Formiga, Governador Valadares, Teófilo Otoni e Uberaba.
Dados fornecidos pelo Ministério da Saúde mostram que Minas Gerais é o estado do Sudeste com a maior parcela da população coberta pela Estratégia Saúde da Família. Os números revelam que 61% dos mineiros (cerca de 12 milhões de pessoas) são acompanhados pelas equipes multiprofissionais. Para efeito comparativo, em São Paulo, 10,3 milhões (25%) dos 38,17 milhões de habitantes são usuários do programa e, deste total, três milhões estão na capital paulista.
As inscrições para o curso de pós-graduação podem ser feitas através do endereço eletrônico: http://www.nescon.medicina.ufmg.br/agora. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (31) 3409.4220 ou (31) 3409.9685.

Comentários