O Exército de Israel afirmou nesta segunda-feira (30) que bombardeou mais de 600 alvos na Faixa de Gaza nas últimas 24 horas, incluindo depósitos de armas e diversas posições de lançamento de mísseis antitanque e esconderijos.

As tropas israelenses também informaram a morte de “dezenas” de terroristas em confrontos noturnos na Faixa de Gaza, bombardeada em resposta aos ataques violentos do Hamas em 7 de outubro.

O movimento islamita palestino reportou “combates intensos” no norte do enclave, pela terceira noite consecutiva, depois que Israel intensificou as operações terrestres com militares e tanques.

O Exército israelense afirmou que as tropas do país “mataram dezenas de terroristas que estavam entrincheirados em edifícios e túneis e que tentaram atacar os soldados”.

Um caça atingiu um edifício “com mais de 20 terroristas do Hamas em seu interior”, afirma um comunicado militar. Um avião também bombardeou um ponto de lançamento de mísseis antitanque na área da Universidade de Al-Azhar.

Al-Azhar fica no centro da cidade de Gaza e é um alvo dos ataques de Israel desde 7 de outubro.

 

Fonte: R7

 

COMPATILHAR: