A Itália superou nesta segunda-feira (23) a marca de 6 mil mortos pela Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. Ao todo, são 6.077 mortos pela doença, um aumento de 602 casos nas últimas 24 horas, segundo a agência de notícias EFE.

O número de contágios também está aumentando no país. São 50.418 pessoas infectadas pelo vírus, 4.289 a mais do que o registrado no domingo (22).

Pandemia ‘acelera’ no mundo

Nesta segunda, a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que a pandemia ‘acelerou’ em quatro dias, com o surgimento de 100 novos casos.

De acordo com a organização, o número de casos de Covid-19 atingiu a marca de 100 mil em 67 dias – mas levou apenas 11 dias para dobrar e atingir 200 mil casos, e outros quatro dias para chegar a 300 mil casos.

O diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, afirmou que a solução para conter a pandemia requer “coordenação política em nível mundial”. Ele afirmou que vai conversar com chefes de estado dos países do G-20.

Médicos infectados na Espanha

O número de profissionais da saúde infectados na Espanha aumentou –são cerca de 4 mil com coronavírus, disseram autoridades na segunda-feira (23). O país é o segundo da Europa com maior número de casos – em primeiro lugar, está a Itália.

Enfermeiros, médicos e outros profissionais de saúde dizem que não estão recebendo kits de proteção suficientes. Autoridades e empresas estão se esforçando para fabricar, comprar e distribuir mais.

Em Madri, a cidade que luta contra a maior carga de vírus da Espanha, a funerária municipal anunciou que interromperá a coleta de corpos a partir de terça-feira (24) devido à escassez de equipamentos. Casas funerárias privadas estão operando na capital.

Fonte: G1

Comentários
COMPATILHAR: