As investigações sobre uma “brincadeira” de roleta russa durante uma festa de aniversário em novembro deste ano, que terminou com a morte de uma adolescente de 15 anos em Jaboticatubas, na região metropolitana de Belo Horizonte, foram finalizadas pela Polícia Civil nesta segunda-feira (26).

O namorado da vítima foi indiciado pelos crimes de homicídio qualificado por feminicídio e por motivo torpe, além de tráfico de drogas. O crime aconteceu no dia 24 de novembro.

Conforme a corporação, o casal estava na casa da mãe da vítima e permaneceu no local até por volta das 17h, quando assumiu o ponto de venda de drogas.

No início do turno, ele decidiu realizar uma “brincadeira” de roleta russa com a adolescente, quando retirou cinco das seis munições de um revólver. Ao apontar a arma para o peito da vítima, a arma disparou.

Tentativa de socorro
O jovem ainda tentou socorrer a namorada, que já chegou no hospital sem vida. Ele foi preso em flagrante no dia seguinte por policiais militares e admitiu que teria jogado as drogas que vendia em um local. O material foi localizado pela corporação.

 

Fonte: O Tempo

 

COMPATILHAR: