Uma jovem de 24 anos foi morta com um tiro no local onde trabalhava, na Avenida dos Imigrantes, no início da tarde dessa segunda-feira (30), em Varginha. Segundo a Polícia Militar, o ex-namorado da vítima atirou na jovem e se matou em seguida.

Conforme informações apuradas pela reportagem da EPTV, Afiliada Rede Globo, Thayná Fabri foi morta com um tiro no peito esquerdo. Antes de cometer o crime, o ex-namorado dela, o bombeiro hidráulico Paulo César Júnior, se passou por um cliente do local onde ela trabalhava com o pai, um varejão. Ele teria ligado momentos antes do crime para pedir uma entrega, o que fez com o que o pai dela saísse e ela ficasse sozinha no local.

Ainda conforme apurado pela EPTV, a jovem já vinha sofrendo ameaças do ex e teria terminado com ele após ser agredida. A presença dela em um show no fim de semana teria sido o motivo pelo qual ele decidiu matá-la. Segundo informações de testemunhas, a jovem terminou o relacionamento há cerca de um mês e desde então era perseguida por Paulo, que não teria aceitado o fim do namoro. Thayná já havia registrado boletins de ocorrência contra ele.

Ainda de acordo com testemunhas, ele teria ficado com raiva pelo fato de Thayná ter ido a um show na noite de domingo (29). Horas antes do crime, ele postou uma mensagem nas redes sociais se despedindo da família e dos amigos.

“Minha mente transborda de ódio a cada dia que passa. Então antes que isso me domine, eu coloco um ponto final”, disse Paulo em um dos trechos.

Segundo a Polícia Militar, os indícios apontam para o fato do crime ter sido premeditado. Thayná deixa um filho de 7 anos de idade.

Fonte: G1

Comentários
COMPATILHAR: