Após um outdoor em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL) ser instalado na cidade de Divino, em Minas Gerais, o juiz eleitoral Marílio Cardoso Neves ordenou a retirada do prazo de 48 horas da placa.

Instalado no Morro do Sabão, o outdoor foi considerado “propaganda eleitoral irregular e passível de multa”.

“Recebo a presente notícia de irregularidade de propaganda eleitoral e determino ao Cartório Eleitoral que efetue uma diligência ao local para verificar a confirmação da eventual permanência do outdoor no endereço indicado”, diz o texto.

No documento, Marcílio Neves ainda pede a remoção do painel no prazo de 48 horas sob pena de desobediência.

O outdoor foi instalado pelo grupo “Direita Divino” e compara o governo Bolsonaro com um regime Comunista. “Estamos fechados com Bolsonaro e não queremos a esquerda de volta ao poder…#ComunismoJamais”, escreveram nas redes sociais.

Em agosto do ano passado, um outdoor com críticas ao presidente foi instalado no mesmo local.

Neste, frases que o presidente disse em entrevistas e lives em conversas sobre a pandemia da Covid-19 ficaram em destaque. O Outdoor ainda citava que em julho de 2021, o número de mortes ultrapassou 550 mil.

Fonte: Estado de Minas

Comentários
COMPATILHAR: