O Tribunal Superior do Trabalho (TST) empossou nesta sexta-feira (16) a desembargadora Liana Chaib no cargo de ministra da Corte. A ministra foi indicada para o cargo pelo presidente Jair Bolsonaro na vaga aberta pela aposentadoria do ministro Renato de Lacerda Paiva.

A cerimônia de posse foi acompanhada pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, pela vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo, parlamentares do Piauí e demais autoridades.

Por questões protocolares, a ministra não discursou na cerimônia. Em nome do TST, o presidente do tribunal, ministro Lelio Bentes, destacou que a Corte passará a contar com sete ministras em sua composição.

A presença feminina na magistratura trabalhista vem ao encontro dos objetivos estratégicos do Poder Judiciário ao implementar o protocolo de julgamento com perspectiva de gênero do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)“, afirmou.

A nova ministra nasceu em Teresina e ingressou na magistratura do Trabalho como juíza substituta em 1990. Ela também foi promovida, por merecimento, ao cargo de desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 22ª Região, onde ocupou o cargo de presidente. Liana possui título de doutora em direito constitucional.

 

Fonte: Hoje em Dia

 

Comentários
COMPATILHAR: