Os dados, se associados ao levantamento da Organização Mundial da Saúde, que informa que cerca de 80% das doenças registradas nos países em desenvolvimento são causadas pela má qualidade da água, aumentam ainda mais a preocupação para evitar essas doenças, o que não é tão difícil quanto parece.
Apesar de comuns, lombriga, amarelão e cólera são basicamente causadas pela ingestão de água contaminada por agentes biológicos (vírus, bactérias e parasitas), pelo contato direto ou ainda por meio de insetos vetores que necessitam da água em seu ciclo biológico. Geralmente, sua profilaxia está associada à medidas sanitárias e cuidado com os alimentos, principalmente os ingeridos crus, como as verduras e legumes.
Em casos em que há diarreia, como da cólera, amebíase, ascaridíase, giardíase e amarelão, com desidratação excessiva, uma das primeiras medidas de precaução a serem adotas é o soro caseiro, para evitar desidratação. Todas elas têm medicações específicas, para atacar os agentes que se instalaram no corpo do paciente.

Comentários