Foram divulgados, nesta quinta-feira (28/4), três editais para o provimento de vagas por meio de um concurso da Marinha do Brasil. Juntos, os certames somam 41 vagas com remuneração que chega a R$ 9.070. As vagas são para engenheiros, quadro técnico e para capelão. As inscrições terão início somente em julho — do dia 04 ao dia 17. A taxa de inscrição é de R$ 140.

Poderão solicitar a isenção da taxa os candidatos que recebam até um salário mínimo e esteja cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), do Governo Federal, além de doadores de sangue.

Todos os processos seletivos são divididos em três etapas, a primeira será de provas.

A segunda é composta pelas seguintes etapas:

  • Verificação de Dados Biográficos (VDB);
  • Inspeção de Saúde (IS);
  • Teste de Aptidão Física (TAF) – Natação e Corrida;
  • Prova de Títulos (PT);
  • Verificação de Documentos (VD); e
  • Avaliação Psicológica (AP)
  • A terceira:
  • a) Período de Adaptação (somente para quadro técnico que não é de caráter eliminatório e classificatório)
  • b) Curso de Formação propriamente dito (eliminatório e classificatório).
  • Requesitos principais:
  • Ser brasileiro nato;
  • Ambos os sexos;
  • Menos de 35 anos(*);
  • Ter graduação completa na área a que concorre;
  • Possuir bons antecedentes de conduta;
  • Estar em dia com as obrigações do Serviço Militar e da Justiça Eleitoral.
  • * Atender aos limites de idade, referenciados a 30 de junho do ano correspondente ao início do respectivo curso de formação militar.
  • Especificações de cada edital:
  • Engenheiros, 24 vagas:
  • É exigido nível superior nos seguintes curso: Arquitetura e Urbanismo e Engenharia (Cartográfica, Civil, de Materiais, de Produção, de Sistemas de Computação, Eletrônica, Elétrica, de Telecomunicações Mecânica, Naval e Química).
  • Dentre as etapas do concurso estão: Prova de Conhecimentos Profissionais composta de duas partes: a primeira com 20 questões objetivas e a segunda com 10 questões discursivas, além da redação e tradução de texto de inglês técnico. Também haverá Prova de Títulos e Cuso de formação.
  • Quadro Técnico; 16 vagas: 
  • Este edital abrange diversas áreas, são elas: Arqueologia, Arquivologia e Gestão de Documentos, Biblioteconomia, Ciências Biológicas – Biologia Marinha, Ciências Biológicas – Biotecnologia Marinha, Ciências Biológicas – Genética, Ciência da Computação, Ciências Náuticas, Comunicação Social, Desenho Industrial, Direito, Educação Física, Estatística, Física – Licenciatura, História, Geologia/Geofísica, Informática, Letras Português – Licenciatura, Matemática – Licenciatura, Meteorologia, Museologia, Música, Oceanografia, Pedagogia, Psicologia, Serviço Social, Segurança do Tráfego e Aquaviário.
  • O orgão afirma que o quadro técnico “destina-se ao preenchimento de cargos técnico-administrativos que visam às atividades de apoio técnico e às atividades gerenciais e administrativas em geral, além das atividades inerentes à carreira militar”.
  • As etaps com provas são: Prova objetiva com 50 questões, Redação e Prova de Títulos.
  • Capelão:
  • De acordo com o edital este cargo “destina-se ao preenchimento de cargos e funções técnico-administrativos que visam às atividades de apoio técnico e às atividades gerenciais e administrativas em geral, além das atividades inerentes à carreira militar, nos termos da Lei nº 9.519, de 26 novembro de 1997 e da Lei nº 6.923, de 29 de junho de 1981.
  • Além dos requisitos já mencionados, é exigido experiência de 3 anos no exercício de atividades pastorais, na Igreja Católica Apostólica Romana, de acordo com o art. 18, inciso V, da Lei 6.923/1981 – Dispõe sobre o Serviço de Assistência Religiosa nas Forças Armadas.
  • Em relação as provas, são: Prova objetiva com 50 questões de Conhecimentos Profissionais, Redação (eliminatórias e classificatórias) e Prova de Títulos.

Fonte: Estado de Minas

COMPATILHAR: