Após, semanas de tempo muito seco em diversas regiões, Minas espera registrar diferentes condições climáticas em um mesmo dia no próximo sábado (17), com chuva, geada e calor de 35°C.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo deve ser de frio no Sul, chance de chuva na Grande BH e faixa Leste, e temperatura máxima de 35ºC no Norte e Noroeste do Estado.

Segundo a meteorologista do Inmet, Anete Fernandes, no início desta semana, forte calor e tempo seco serão registrados em quase todas as regiões. A partir de quinta-feira (15), o clima começa a mudar no Triângulo Mineiro, quando áreas de instabilidades tendem a provocar pancadas de chuva isoladas na região, reduzindo o forte calor. 

A especialista explica que, na sexta-feira (16), uma frente fria avança pelo litoral da região Sudeste do país provocando pancadas de chuva isolada no Centro-Sul e Oeste do estado, inclusive, na Região Metropolitana de BH. 

Já no sábado (17), a tendência é de aumento de nebulosidade e chance de chuva isolada na Grande BH e na faixa Leste de Minas, assim como, aumento das nuvens e redução do calor no Norte e Noroeste do estado, no entanto, a máxima ainda pode chegar a 35°C na região.  

Segundo a meteorologista, no Sul do Estado, o rápido avanço da frente fria, no sábado, acompanhada de uma massa de ar frio provoca o declínio acentuado das temperaturas na região, onde há possibilidade de formação de geada.

Tempo seco 

Nesta terça-feira (13), a Defesa Civil de BH emitiu novo alerta de tempo seco, válido até as 18h de quinta-feira (15).

Conforme o órgão, uma massa de ar seco deixa os índices de umidade relativa do ar abaixo de 30%, no decorrer da tarde. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ideal é que o índice fique entre 50% e 60%.

De acordo com o Inmet, o tempo seco atinge todas as regiões do Estado, com exceção da região Sul e de Campos dos Vertentes. O instituto alerta que o período seco provoca riscos à saúde, como: ressecamento da pele e desconforto nos olhos, na boca e no nariz. O momento de mais atenção é no período da tarde.

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: