O secretário de Saúde de Minas Fabio Baccheretti confirmou, em entrevista ao Itatiaia Agora desta terça-feira (26), que o Estado vai recomendar o fim do uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados a partir de domingo (1º).

Cada município poderá ou não seguir a recomendação – Belo Horizonte, por exemplo, aguarda o aumento na imunização de crianças para desobrigar o uso do equipamento de proteção.

“Como o vírus está circulando cada vez menos, e a nossa média móvel já está em menos de 500 casos por dia, a gente pode ficar tranquilo em recomendar aos municípios que tomem essa decisão (a partir do dia 1º). A chance de pegar a doença é baixa e estamos bem vacinados”, afirma Baccheretti.

Desde o dia 12 de março o uso de máscaras está liberado pelo Estado em locais abertos – novamente, cada cidade decide o critério.

Outro critério seria a vacinação de pelo menos 70% da população, o que ainda não foi atingido em diversos municípios, mas o panorama atual de infecções permite a retirada. Baccheretti lembra, no entanto, que permanecem as recomendações para proteção em locais fechados.

“Obviamente lembramos as recomendações para locais com aglomerações, como o transporte público. Mas a decisão é do município, a gente dá o embasamento técnico. O Estado vai recomendar, mas não pode determinar o fim da obrigatoriedade”.

De todas as capitais brasileiras, apenas Belo Horizonte e Belém ainda exigem o uso de máscaras em ambientes fechados.

 

Fonte: Itatiaia

COMPATILHAR: