Na semana passada, moradores reclamaram da falta de água por vários dias nas imediações da rua Nicolau José Miserani, bairro Água Vermelha. Uma moradora que procurou nossa redação argumenta que foi um desrespeito com os moradores, pois, uma equipe do Saae apareceu para resolver o problema, os servidores abriram vários buracos na rua, desmancharam o calçamento para procurarem entupimentos no encanamento e, só depois de dois dias, eles conseguiram achar onde estava o problema.
Entretanto, como se queixa a moradora, eles juntaram todos os equipamentos e foram embora, simplesmente deixaram a rua toda esburacada, com os paralelepípedos na calçada e em frente à garagem de uma residência, dificultando inclusive o trânsito de veículos. A reclamante ainda alegou que, o pior de tudo, é que eles não tiveram ao menos a preocupação de se lembrar que poderia chover.
Na madrugada de sábado (16) a água da chuva causou uma forte enxurrada que entrou em várias residências, inclusive na casa onde mora Paulo R. Teixeira, um senhor de 84 anos de idade, o qual se encontra com dificuldades de locomoção. Nessa noite, também estava dormindo na casa dele uma neta de 7 anos de idade e a enxurrada causou o maior caos. Foi preciso retirar os móveis e utensílios do lugar para não danificá-los, os moradores da casa ficaram a madrugada inteira acordados tirando a água e limpado a sujeira de barro.
Para a moradora, ?é um absurdo uma situação destas acontecer, colocarem em risco a segurança e a saúde das pessoas. É preciso ter mais respeito com as pessoas, é preciso ter mais organização com os serviços feitos nas ruas, mais disciplina e, acima de tudo, mais olhos atentos das autoridades municipais?.
Explicações do Saae
Nesta segunda-feira (18) pela manhã, o Saae esteve na rua Nicolau José Miserani para continuar os reparos. À tarde, nossa equipe esteve no local e já não encontrou ninguém da autarquia trabalhando por lá.
O secretário em exercício, Baldomiro José dos Santos, que está cobrindo as férias do secretário Paulo Quintiliano, informou que foi preciso fazer umas trocas de canos e que faltava parte do material, por isso não foi possível terminar as obras. Segundo Baldomiro dos Santos, os serviços serão concluídos nesta terça-feira (19) pela manhã e a própria equipe do Saae irá fazer os reparos no calçamento, com a recolocação dos paralelepípedos.

Comentários
COMPATILHAR: