Fundamentado no conceito de sustentabilidade ambiental onde duras são as palavras, contundentes são os exemplos de degradação do meio ambiente e do próprio homem, ações são imaginadas e não construídas e, por isso, já nascem mortas, a Polícia Militar de Minas Gerais, através da Instrução nº 3.03.12/2013, implantou o Programa de Educação Ambiental (Progea).

No 2º Pelotão de Meio Ambiente, com sede em Formiga, através do mediador Cabo Duarte, o programa está sendo desenvolvido neste 1º semestre na Escola Municipal Paulo Barbosa, localizada no bairro Ouro Negro, e conta com a participação de 95 alunos.

O Progea é desenvolvido em escolas públicas municipais e estaduais, em turmas de 4º e 5º ano, durante o ano letivo. São previstos 10 encontros anuais, com planejamento de uma aula por semana, onde são desenvolvidas atividades escritas e práticas, desenhos, histórias, reflexões, criação do Clubinho Ambiental e com término em uma cerimônia de formatura.

O objetivo do Progea é estimular alunos a serem competentes e hábeis para a adoção de comportamentos socioambientais, que visem a contribuir para a prevenção ambiental, a sustentabilidade e melhoria da qualidade de vida, conhecendo e reconhecendo o meio ambiente onde se encontram inseridos.

Especificamente, o programa visa fomentar o processo de mobilização social visando o estabelecimento de uma rede social local para a minimização ou solução dos problemas ambientais detectados a partir do programa desenvolvido na escola.

Foto: divulgação Polícia de Meio Ambiente Foto: divulgação Polícia de Meio Ambiente Foto: divulgação Polícia de Meio Ambiente Foto: divulgação Polícia de Meio Ambiente Foto: divulgação Polícia de Meio Ambiente Foto: divulgação Polícia de Meio Ambiente

Comentários
COMPATILHAR: