A Prefeitura de Pimenta emitiu na tarde dessa segunda-feira (17) uma nota de luto oficial pela morte das três crianças envolvidas no acidente, na noite de domingo (16).

Segundo a nota, a mãe das crianças, Evelyn Elen de Souza é funcionária pública. Ela foi encontrada em estado de choque e encaminhada nesta segunda-feira para o pronto-atendimento de Formiga. O estado de saúde dela é considerado estável, segundo a unidade.

Na nota, a Prefeitura afirma: “acreditem que a dor da família é sentida por todos seus amigos e conhecidos” e que “a saudade será eterna e a presença não poderá mais ser sentida, mas as lembranças dos bons momentos vividos será o conforto que permanecerá para sempre conosco”.

Os corpos das crianças foram enterrados em Pimenta. O pai das crianças, responsável pela colisão, está na Penitenciária de Formiga e foi autuado por homicídio culposo. A mãe das crianças foi levada para o hospital.

De acordo com a Prefeitura, a bebê de um ano foi velada primeiro e enterrada no Cemitério Municipal na noite desta segunda-feira (17), por volta das 21h. Já o enterro da irmã dela, nove anos e o irmão, 11 anos, estava previsto para às 9h desta terça-feira (18), no mesmo cemitério. Os velórios aconteceram na Praça de Esportes Municipal.

O acidente será investigado pela Polícia Civil.

Homicídio culposo

O pai das crianças, de 29 anos, foi autuado por homicídio culposo – quando não há a intenção de matar, segundo o delegado Luís Paulo de Oliveira, da Polícia Civil de Formiga, responsável pelo caso.

Ele dirigia o carro onde estava a família voltando de um acampamento. Após perder controle da direção, o veículo foi parar em um córrego.

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o jovem relatou ter conseguido tirar a esposa e as três crianças do carro, conseguiu outro veículo para dar socorro para o bebê de um ano de idade, mas sofreu novo acidente. Enquanto isso, a família foi socorrida por terceiros.

As três crianças tiveram parada cardiorrespiratória e não resistiram. A mulher sobreviveu e foi levada em estado de choque para a Santa Casa de Pimenta, sendo transferida depois para uma unidade de saúde de Formiga.

De acordo com o delegado, o pai das crianças não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e, por isso, o fato foi considerado uma majorante – circunstância prevista no Código Penal que pode aumentar a pena do investigado.

“Consta na ocorrência que ele confessou aos militares responsáveis pela prisão que [ele] ingeriu bebida alcoólica. Na delegacia, ele exerceu seu direito de permanecer em silêncio”.

O delegado disse que o homem foi encaminhado para a Penitenciária Regional de Formiga no final da manhã desta segunda-feira (17).

 

Fonte: G1||

Comentários