Em 1987, um incidente extraordinário abalou a cidade de Formiga, envolvendo jatos F-5 da Força Aérea Brasileira. Durante um treinamento rotineiro, dois caças sobrevoaram a cidade, causando surpresa e medo entre os moradores.

Em 2 de abril daquele ano, por volta das 11h30, a tranquilidade foi interrompida quando os jatos, do 1º Grupo de Aviação de Caça, realizavam voos rasantes a mais de 540 quilômetros de sua base em Santa Cruz, Rio de Janeiro.

A missão era simular um ataque aéreo, mas o que se desenrolou foi além do esperado, deixando uma marca profunda na história local e nos corações dos habitantes.

Os pilotos deveriam simular um ataque a uma ponte local e sair rapidamente da área. Equipados com bombas de treinamento inertes, recheadas de concreto, os jatos sobrevoaram a cidade. Durante a manobra, um imprevisto mudou o curso dos acontecimentos, causando surpresa e pânico.

Por volta das 11h45, dois estrondos foram ouvidos. Duas bombas de treinamento se desprenderam dos jatos F-5, caindo no Parque de Exposições e em uma praça central de Formiga. Embora inertes, as bombas criaram crateras de sete metros de profundidade. O impacto lançou pedaços de asfalto sobre residências, gerando pânico entre os moradores e danificando propriedades.

O incidente rapidamente ganhou destaque na mídia. Inicialmente, muitos acreditaram que a cidade estava sob ataque, o que gerou especulações e medo. Jornais e noticiários internacionais cobriram o evento, destacando a peculiaridade da situação.

Força Aérea Brasileira, após investigações, atribuiu o incidente a uma falha mecânica

A Força Aérea Brasileira, após investigações, atribuiu o incidente a uma falha mecânica. A falha impediu o travamento correto das bombas. Três meses depois, a Aeronáutica concordou em pagar uma indenização à prefeitura de Formiga. Esse valor foi usado para construir a Praça da Bomba, marcando o local do impacto.

Hoje, a Praça da Bomba é um ponto turístico. O artefato está exposto com uma placa que narra o evento, atraindo visitantes e turistas. Este episódio com os jatos F-5 em Minas Gerais serve como um lembrete das surpresas que a vida pode trazer. As histórias que pequenas cidades como Formiga podem contar são verdadeiramente únicas e memoráveis.

Esse incidente peculiar com a Força Aérea Brasileira em 1987 é um exemplo de como eventos inesperados podem se tornar parte da história de uma cidade. Embora tenha causado pânico e danos materiais, felizmente não houve feridos. A memória do evento permanece viva na Praça da Bomba, lembrando todos do dia em que jatos da Força Aérea Brasileira ‘bombardearam’ Formiga, Minas Gerais.

O incidente de 1987 em Formiga, Minas Gerais, é uma história fascinante que envolve a Força Aérea Brasileira e seus jatos F-5. O treinamento que deu errado, as bombas de concreto, o pânico inicial e a resposta da Aeronáutica compõem um capítulo único na história da cidade. A Praça da Bomba permanece como um tributo a esse dia, lembrando a todos da imprevisibilidade da vida e das marcas que os eventos inesperados deixam nas comunidades.

Fonte: Revista Sociedade Militar

Imagem: reprodução vídeo

 

COMPATILHAR: